13/08/2004

Notícias - 1


in Diário Digital, 2004.08.11

Está visto que o Expresso é mais lido na Coreia do Sul do que em Portugal. E que os editoriais de José António Saraiva têm efeitos dramáticos naquele país.