10/10/2004

Ordem de Malta - 4

Em 1570 Solimão atacou o Chipre, ameaçando desse modo todo o reinado cristão do ocidente. O Papa Pio V (1504-1572), desde sempre apoiante dos Cavaleiros de Malta, via com grande preocupação o avanço dos turcos, pelo que foi com enorme satisfação e alívio que recebeu a notícia da derrota dos otomanos na Batalha de Lepanto, em 1571.

Papa Pio V D. João de Áustria

Sob o patrocínio de Pio V, havia-se formado para lutar contra os otomanos uma liga entre as principais potências católicas do Mediterrâneo ocidental, como Veneza, Espanha e a Ordem de Malta, liga essa que viria a ser comandada por D. João de Áustria (1545-1578).



No dia 7 de Outubro de 1571 deu-se então a batalha, que terminaria com uma estrondosa derrota dos turcos e pesadas baixas para ambos os opositores (7.500 a 8.000 entre os cristãos, cerca de 20.000 do lado dos turcos).

Pablo Veronese, Lepanto Titian, Lepanto

Lepanto marcou o início do declínio do domínio turco no Mediterrâneo, naquela que foi a maior batalha naval do século XVI, envolvendo cerca de 160.000 homens e 400 navios.



continua (e onde se volta a falar de Napoleão)