22/11/2004

Santa Cecília - 1

Festeja-se hoje o dia de Santa Cecília, venerada como santa desde o século V e como padroeira dos músicos desde o século XV.


Santa Cecília

Não há muitas certezas quanto à vida desta santa. Os factos eventualmente verdadeiros entrelaçam-se com outros provavelmente fantasiosos, daí resultando uma história em qualquer dos casos cativante. Para esta breve nota é de somenos importância saber onde acaba a realidade e começa a ficção, importante é os amantes da música saberem que esta nobre arte teve direito a uma padroeira em regime de exclusividade. Não tão importante, mas interessante, será saber de que forma Santa Cecília herdou o título. O que se segue é uma versão, entre outras eventualmente não coincidentes, pelos motivos atrás descritos. Ora aqui vai:

A certa altura de sua vida, quando ainda jovem, Santa Cecília dedicou a sua virgindade a Deus. Estávamos no século segundo, uma época em que tais votos poderiam não ser necessariamente respeitados. E assim aconteceu, pois o seu pai, indiferente às promessas da filha, prometeu a mão de Santa Cecília a um certo Valeriano. Serão porventura fundadas as suspeitas de que terá prometido algo mais do que isso, dados os acontecimentos que se seguiram... mas isso serão outras histórias para outra altura. Chegou o dia do casamento, festa larga, músicos empenhados, convivas animados. Santa Cecília, todavia, não alinhava na folgança geral: pedia ajuda a Deus, cantando hinos de pureza. As preces terão sido ouvidas, tendo Deus enviado um anjo para a proteger.

Terá estado então neste episódio a origem da veneração de Santa Cecília como padroeira dos músicos, iniciada em finais do século XV. Provavelmente voltarei um dia à história desta mártir, aponte a bússola do desNORTE nesse sentido. Por agora, bom dia de Santa Cecília e boas audições!