15/12/2004

Invasões Francesas - 10

3ª invasão francesa (continuação)

Entre o final de 1812 e a primeira metade de 1813 Wellington ocupou-se da reorganização do exército aliado. Em Junho de 1813 os aliados já tinham regressado a Espanha e progrediam em direcção a Vitória, que atingiram no dia 20. As alas das forças aliadas eram comandadas pelo próprio Wellington, por Thomas Graham e por Rowland Hill.



Ficaram frente a frente 60.000 franceses e 80.000 aliados, dos quais 28.000 portugueses. No dia 21 de Junho de 1813 bastaram 3 ataques aliados para semear o caos do lado inimigo. Os franceses debandaram numa fuga desenfreada, deixando tudo para trás: mais de 5.000 mortos, perto de 2.000 feridos, armas, munições, dinheiro e tudo o que mais por lá havia. Algumas fontes referem mesmo que os soldados aliados ficaram ricos de um dia para o outro, com os mais de 5 milhões de francos que herdaram dos generosos franceses...


Batalha de Vitória

Após esta derrota os franceses abandonaram a quase totalidade do território espanhol, exceptuando-se Pamplona e San Sebastián, que foram cercadas pelos aliados a 22 e 27 de Junho, respectivamente. Soult, que entretanto ocupara o lugar do destituído José Bonaparte, ainda tentou remediar a situação, mas com a queda de San Sebastián, a 31 de Agosto, os franceses foram definitivamente expulsos da Península Ibérica.

A história, todavia, não terminaria aqui, e os próximos encontros dar-se-iam já em território em francês.

continua

Nota: Local fora do comum, este. Do aeroporto para o hotel, viagem de vinte e poucos quilómetros, vi cenas da maior pobreza, coisa inimaginável. Chega-se ao hotel e tudo é diferente: junto ao mar, jardim tropical, cabanas na praia aconchegadas pelas inevitáveis palmeiras, como que tirado dos planfetos turísticos. Depois, o fuso horário: os indígenas cá do sítio resolveram ter apenas um, pelo que houve que determinar o centro do país a régua e esquadro para determinar qual. Conclusão: não sairam horas inteiras... coisa única, tanto quanto eu sei. Diferença para Portugal: 5 horas e 1/2. Uma confusão!

HVA, Chennai, Índia