25/12/2004

Lugares - 37

A época e as temperaturas que se registam são o mote ideal para este pequeno postal.

Em Janeiro passado não foi somente em Viena que apanhei um frio desgraçado. Conforme referi no post Lugares - 27, publicado no dia 30 de Outubro, na altura estive igualmente na Eslováquia, numa pequena terra chamada Namestovo. A estadia foi curta, coisa de dois dias, e permitiu-me tirar algumas fotografias tipo cartão de festas natalícias para enviar à família:





Desta viagem, além das baixíssimas temperaturas, recordo também vivamente a deslocação de Namestovo para Viena. O motorista de serviço, uma estaca a apontar aí para 1 metro e 90 e com ambições a Fangio versão século XXI, encarregou-se de tal. As estradas, serpenteadas, apertadas, esburacadas e tapadas por um manto branco, não constituiram qualquer obstáculo para o nosso herói. A ignorância que aparentava demonstrar em relação à língua inglesa, fez com que eu gesticulasse vivamente para o tentar convencer a abrandar para uma velocidade decente, gestos esses que foram por ele interpretados como de entusiasmo e incentivo à sua extraordinária condução. A sensatez falou então mais alto: a partir daí, deixei-me estar absolutamente quieto e impassível (leia-se pálido), a tentar lembrar-me do nome de alguns dos santos que me poderiam ajudar naquela ocasião. Dos nomes não me cheguei a lembrar, mas pelos vistos o esforço foi recompensado...