18/03/2005

Sinfonias #2: Sinfonia Nº0, de Anton Bruckner

No início deste ano, a propósito do maestro Günter Wand, expressei neste texto a minha admiração pelas sinfonias do compositor austríaco Anton Bruckner (1824-1896). Apesar de ter também composto música vocal e de câmara, é às sinfonias que o nome de Bruckner é mais rapidamente associado. Poder-se-ia pensar que foi tudo um mar de rosas após ter composto a sua primeira sinfonia, mas a realidade foi bem diferente. Outras histórias para outra altura, pois o assunto de hoje é apenas a Sinfonia "Die Nullte", terminada em 1864 e estreada apenas no dia 18 de Março de 1924.


Anton Bruckner

A composição desta sinfonia foi entrelaçada com a da Sinfonia Nº1, mas de parto mais demorado. Talvez mal impressionado pela recepção dada à primeira, Bruckner não tentou sequer promover aquela a que atribuiu o número "0". Da mesma forma não existe propriamente uma panóplia de gravações no mercado, sendo que uma delas, com a Orquestra Sinfónica de Chicago
dirigida por Sir George Solti, aparece incluída numa caixa de 10 cds, com o ciclo integral de todas as sinfonias de Bruckner.


CDs



Bruckner - The Symphonies.
Chicago Symphony Orchestra
Georg Solti
Decca 448 910-2

Symphony No.0, "Die Nullte". Symphony No.8.
Ireland National Symphony Orchestra
Georg Tintner
Naxos 8.554215/6