10/05/2005

Actores #1: João Villaret (1913-1961)

Um postal inesperado este, fora do contexto habitual deste blogue, e originado pelo maior inimigo de qualquer estação televisiva: o comando à distância. A procura desesperada daquela décima milagrosa de cota de mercado leva os nossos canais generalistas a prolongar os noticiários para além do imaginável, a fazer notícias dos assuntos mais irrelevantes, a promover o escabroso a assunto de interesse nacional, o jornal do crime a pasquim de Portugal.

Pois um dia destes o referido comando entrou em trabalho frenético, saltou agilmente de canal em canal, avisado como estava daquilo de que devia fugir. Parou onde raramente o tinha feito anteriormente, e não mais se mexeu. E a que se deveu tal súbita quietude? A um homem apenas, actor, João Villaret de seu nome. Nasceu no dia 10 de Maio de 1913, faria hoje 92 anos.


João Villaret

Nesse dia passava na RTP Memória um dos programas que gravou em 1959. Um cenário do mais simples que se possa conceber, meia dúzia de papéis com poemas, e aí umas duas câmaras para poder alternar de ângulo a espaços irregulares, foram o suficiente para me aliviar do peso dos outros cinquenta e não sei quantos canais que moram dentro daquela caixa habitualmente ruidosa.

Depois de trinta minutos admiráveis, mais uma surpresa inesperada: a apresentadora de serviço a chamar a atenção para as horas tardias e a convidar as meninas e os meninos para o sono repousante. Extraordinário, pensei, ainda sou do tempo em que a televisão mandava espectadores embora...