19/05/2005

CDs #37: Dvorák, Saint-Saëns, Cello Concertos

Duas das mais apreciadas obras para violoncelo, um dos mais conceituados intérpretes do instrumento, uma orquestra no seu apogeu e um maestro à altura das circunstâncias. Este último, o italiano Carlo Maria Giulini, está de parabéns, pois hoje comemora o seu 91º aniversário. E nós também, por termos o privilégio de, entre outros igualmente extraordinários, podermos ouvir o disco objecto do postal de hoje.


Carlo Maria Giulini

Enquanto violista Giulini tocou sob a orientação de maestros como Wilhelm Furtwängler (1886-1954), Otto Klemperer (1885-1973) e Bruno Walter (1876-1962). Destes três só um não se daria mal com a ascensão do nacional-socialismo, mas isso são outras histórias... Como maestro, Giulini esteve à frente, entre outras, das orquestras do Teatro alla Scala de Milão
, Filarmónica de Viena, Sinfónica de Chicago e Filarmónica de Londres.

Estas gravações dos Concertos para Violoncelo de Dvorák
(1841-1904) e Saint-Saëns (1835-1921) foram efectuadas em Londres em Abril e Maio de 1977. As obras foram cuidadosamente ensaiadas pela orquestra, contudo sem a presença do solista, Mstislav Rostropovich (1927-), que chegou atrasado por dificuldades nas ligações aéreas. Problema? Nenhum!: sentou-se, preparou-se, e menos de um minuto depois estavam a gravar. Resultado? Um daqueles discos para a ilha deserta...



Antonín Dvorák
Cello Concerto in B minor, Op.104.
Camille Saint-Saëns
Cello Concerto No.1 in A minor, Op.33.
Mstislav Rostropovich
London Philharmonic Orchestra
Carlo Maria Giulini
EMI GROC 5 67593-2