10/06/2005

Obras Vocais #1: Songs of Farewell, de Frederick Delius

A viragem para o século XX coincidiu com o apogeu do compositor inglês Frederick Delius (1862-1934), que durante a primeira década do novo século compôs inúmeras obras. Tudo mudaria por volta de 1920, altura em que começou a sentir os primeiros sintomas da sífilis. Viria a falecer no dia 10 de Junho de 1934.


Frederick Delius

Cego e paralítico, em resultado da infecção contraída, Delius pouco ou nada comporia na década de 20, e assim teria provavelmente continuado não fosse um jovem músico, Eric Fenby (1906-1997), se ter oferecido para seu amanuense. Songs of Farewell, escritas nesse período utilizando textos do poeta norte-americano Walt Whitman (1819-1892), representam a aceitação do fim que se aproxima, e a forma que Delius encontrou para se despedir:

Now finalè to the shore,
Now land and life finalè and farewell.
Now Voyager depart, (much, much for thee is yet in store)
Often enough hast thou adventur'd o'er the seas,
Cautiously cruising - studying the charts,
Duly again to port and hawser's tie returning:
But now obey thy cherish'd secret wish,
Embrace thy friends, leave all in order,
To port and hawser's tie no more returning,
Depart upon thy endless cruise old Sailor.

Walt Whitman

A estreia aconteceu em Março de 1932, no Queen's Hall de Londres, com o maestro Malcolm Sargent (de que já falámos aqui) à frente da orquestra.


CD



Frederick Delius
Sea Drift. Songs of Farewell. Songs of Sunset.
Sally Burgess (meio-soprano), Bryn Terfel (barítono)
Waynflete Singers
Southern Voices
Members of the Bournemouth Symphony Chorus
Bournemouth Symphony Orchestra
Richard Hickox
Chandos CHAN9214


Internet

http://www.delius.org.uk/
http://users3.ev1.net/~wbthomp/fenby.html