03/08/2005

Compositores #38: Alfred Schnittke (1934-1998)

As sinfonias apareceram relativamente tarde na carreira do compositor russo Alfred Schnittke, falecido há 7 anos em Hamburgo. Se esquecermos a chamada Sinfonia Nº0, Op.17, de 1957, vemos que a primeira tem um número opus relativamente elevado, 78, e foi terminada em 1972. Isto explica-se em boa parte pelo facto de Schnittke ter vivido durante bastante tempo das músicas que compôs para filmes (para perto de 30, antes de ter escrito a Sinfonia Nº1).


Alfred Schnittke

A Sinfonia Nº2 foi composta por solicitação do maestro Gennady Rozhdestvensky, que sugeriu que a mesma fosse dedicada a Anton Bruckner (1824-1896), compositor austríaco e um dos maiores sinfonistas de sempre. Schnittke inspirou-se então numa visita que tinha anteriormente efectuado ao mosteiro de St. Florian, onde Bruckner tinha vivido (desde 1837, ano da morte de seu pai) e trabalhado (como professor e organista). Daí a sinfonia ser também conhecida como "St. Florian".


Mosteiro de St. Florian, Órgão de Bruckner

Rozhdestvensky gravou pela primeira vez esta sinfonia para a editora Melodiya, em 1982, gravação que penso não estar de momento disponível no mercado. Voltou a gravá-la mais tarde, por volta de 1997, para a BBC Radio Classics.


CDs



Alfred Schnittke
Symphony No.1.
Russian State Symphony Orchestra
Gennady Rozhdestvensky
Chandos CHAN9417 (1998)

Alfred Schnittke
Symphony No.2.
Marina Katsman (contralto), Oleg Dolgov (tenor),
Sergei Veprintsev (baixo), Yaroslav Zdorov (alto)
Russian State Symphonic Cappella
Russian State Symphony Orchestra
Valéry Polyansky
Chandos CHAN9519 (1996)

Alfred Schnittke
Symphony No.2.
Soloists
Mikaeli Kammarkör
Royal Stockholm Philharmonic Orchestra
Leif Segerstam
BIS CD667 (1995)


Internet

http://home.wanadoo.nl/ovar/schnopus.htm
http://www-personal.umich.edu/~cyoungk/schnittkebio.htm