05/12/2005

Missas #1: Glagolitic Mass, de Leos Janácek

"Não sou um homem velho, assim como não sou crente!". Esta frase poderia ter sido dita por aquele em que estarão porventura a pensar, mas não..., foi dita, em 1927, por um Leos Janácek furioso, quando um crítico de um jornal de Brno escreveu a propósito da Glagolitic Mass, estreada nessa cidade no dia 5 de Dezembro desse ano: "Janácek, agora que é um homem velho, sente, com uma urgência crescente, que a expressão da sua crença em Deus não deverá estar ausente da sua obra".


Leos Janácek

A notoriedade de Janácek (1854-1928) como compositor chegou muito tarde, já em pleno século XX, com a ópera Jenufa, em 1904. O grande sucesso só chegaria mesmo em 1916, com a versão revista da ópera, tendo nessa altura Janácek a respeitável idade 62 anos..., mas longe de estar velho!

A partir daí Janacék compôs aquelas que viriam a ser as suas obras mais emblemáticas: orquestrais (Sinfonietta
) e operáticas (Vylety páne Brouckovy, Kát'a Kabanová, Prihody Lisky Bytrousky, Vec Makropulos e Z mrtvého domu, sendo que não viveu o suficiente para acabar esta última), além de música de câmara.

A Glagolitic Mass foi escrita em 1926, apenas dois anos antes da sua morte. Segundo o próprio demorou apenas 3 semanas a compor aquela que acabaria por ser a sua mais importante obra coral. Foi como que um regresso às origens, se nos lembrarmos de que Janácek fez os primeiros estudos musicais num mosteiro, em Brno, na longínqua década de 1860.


CDs



Leos Janácek
Glagolitic Mass. Taras Bulba.
Eduard Haken, Vera Soukupová, Jaroslav Vodrázka,
Libuse Domanínská, Beno Blachut
Prague Philharmonic Chorus
Czech Philharmonic Orchestra
Karel Ancerl
Supraphon SU3667-2

Leos Janácek
Sinfonietta, Op.60. Glagolitic Mass.
Felicity Palmer, Ameral Gunson, John Mitchinson,
Jane Parker-Smith, Malcolm King
City of Birmingham Symphony Chorus & Orchestra
Simon Rattle
EMI GROC 5 66980-2


Internet

Leos Janácek: Biografia & Obras
/ Biografia / Obras

Sem comentários:

Enviar um comentário