22/02/2006

CDs #73: Hugo Wolf, Mörike Lieder

Além da curta vida que teve, o austríaco Hugo Wolf (1860-1903), falecido há 103 anos, viu-se frequentemente incapaz de compor o que quer que fosse, por sofrer de uma instável saúde mental. Desde cedo começou a ter problemas, se nos recordarmos de que em 1877 foi corrido do Conservatório de Viena e, em 1881, pouco tempo se aguentou em Salzburgo como assistente do maestro alemão Karl Muck (1859-1940), por ter um temperamento inadequado.

O final da década de 80, todavia, revelar-se-ia especialmente produtivo para Wolf. São dessa altura os 53 lieder de Mörike, os de Eichendorff e os de Goethe, naquilo que constitui um dos maiores legados de lieder (canções) depois dos de Schubert (1797-1828) e de Schumann (1810-1856). O sucesso obtido levou-o a tentar o género operático e, em 1895, terminou aquela que viria a ser a sua única ópera completa, Der Corregidor, que não obteria qualquer sucesso. Seguir-se-iam novos problemas mentais, com o internamento definitivo em 1898.

Sendo um ciclo incontornável, os Mörike-Lieder, com base em textos do poeta alemão Eduard Mörike (1804-1875), já foram cantados por muitos e bons intérpretes, tanto damas como cavalheiros, mas o CD aqui trazido hoje ostenta nomes menos conhecidos: o barítono Roman Trekel, o pianista Oliver Pohl e a editora Oehms. Problema? Nenhum, apenas grandes audições!




Hugo Wolf
Mörike-Lieder.
Roman Trekel (barítono), Oliver Pohl (piano)
Oehms Classics OC 305
(2001)


Internet

Hugo Wolf
La Médiathèque
/ Classical Music Pages / Wikipedia

1 comentário: