20/03/2006

CDs #76: Serge Prokofiev, Sonates pour piano nº2, 6 & 9

A designação de sonata apareceu no século XVI como oposição a cantata e, no seu sentido original, designava peças instrumentais para vários instrumentos. Constituída inicialmente por apenas um movimento, deveu-se a Arcangelo Corelli (1653-1713) a popularização da forma com vários movimentos. A sonata atingiu uma grande popularidade com as obras de compositores como Bach, Haydn, Mozart, Beethoven, Schubert, Liszt e Brahms, para referir apenas alguns.

Depois da morte de Schubert, em Novembro de 1828, a sonata perdeu grande parte dessa popularidade, facto bem notório na 2ª metade do século XIX. As últimas grandes sonatas, para piano, terão sido as 3 escritas por Johannes Brahms (1833-1897), datando a última do Outono de 1853, e a de Liszt, já anteriormente abordada neste blogue.


Scriabin, Shostakovich, Prokofiev

No século XX houve um ressurgimento da sonata graças, em grande medida, a 3 compositores russos: Alexander Scriabin (1872-1915), Dmitri Shostakovich (1906-1975) e Sergei Prokofiev (1891-1953).


Sviatoslav Richter

Já anteriormente tivemos oportunidade de falar do pianista Sviatoslav Richter, nascido passam hoje 91 anos, nomeadamente a propósito deste disco
. No CD aqui hoje trazido, Richter interpreta 3 sonatas para piano de Prokofiev, pertencendo a 3 períodos distintos da carreira do compositor:

A Sonata Nº2, de 1912, utilizou elementos de sonatas compostas por Prokofiev enquanto aluno do Conservatório de S. Petersburgo, e nunca publicadas. Foi estreada pelo próprio compositor (e pianista, obviamente...) no dia 5 de Fevereiro de 1914.

A Sonata Nº6, de 1939, foi a primeira das três Sonatas de Guerra, compostas entre 1939 e 1944. Estreada, ainda por Prokofiev, no dia 8 de Abril de 1940, foi todavia Sviatoslav Richter quem mais a celebrizou.

A Sonata Nº9, de 1947, foi a última obra para piano escrita por Prokofiev. Dedicada a Sviatoslav Richter, foi por este estreada no dia 21 de Abril de 1951, aquando da celebração do 60º aniversário do compositor russo.



Serge Prokofiev
Sonates pour piano nº2, 6 & 9.
Sviatoslav Richter
Praga PR50015
(1965 - Sonatas Nº2 & 6; 1956 - Sonata Nº9)


Internet

http://www.prokofiev.org/
http://w3.rz-berlin.mpg.de/cmp/prokofiev.html
http://www.bbc.co.uk/music/profiles/richters.shtml
http://www.pianobleu.com/richter.html

2 comentários:

  1. O autor de Pedro e o Lobo, não é? Recordo estas lições, agora com saudade... :)

    ResponderEliminar
  2. É verdade. Prokofiev escreveu essa obra com o propósito de levar os jovens a conhecer os principais instrumentos de uma orquestra. Os reguilas cá da casa adoram ouvi-la...


    Saudações,

    HVA

    ResponderEliminar