08/05/2006

Revolução Francesa #1

"Estou inocente do que me acusam; que o meu sangue possa cimentar a felicidade dos Franceses". Terão sido estas as últimas palavras de Luís XVI (1754-1793) antes de ser executado, no dia 21 de Janeiro de 1793, após o julgamento que o provou "culpado de conspiração contra a liberdade pública e a segurança do Estado". A catastrófica situação financeira do Estado Francês, a braços com uma dívida descomunal, tinha forçado o rei à convocação dos Estados Gerais, que tiveram o seu início em Versalhes, em Maio de 1789. Seria também o início da Revolução Francesa, simbolicamente marcado pela tomada da Bastilha, no dia 14 de Julho do mesmo ano, e que determinaria o fim da monarquia em França.

A revolução ditaria também o fim do feudalismo e a perda de poder da Igreja Católica, deixando ainda como uma das suas mais importantes heranças uma Declaração dos Direitos do Homem. Ficaria, contudo, irremediavelmente marcada pela imagem da guilhotina, generosa e frequentemente utilizada naqueles tempos. Em
Maria Antonieta (1755-1793), por exemplo, mulher de Luís XVI, e que não lhe sobreviveu por muito, guilhotinada no dia 16 de Outubro de 1793.

Antoine Lavoisier (1743-1794), o fundador da química moderna, foi outra das suas vítimas, com a cabeça a ser separada do resto do corpo no dia 8 de Maio de 1794, passam hoje 212 anos. A Lavoisier devem-se, nomeadamente, os estudos sobre a combustão e a oxidação, e o Traité Élementaire de Chimie, publicado em 1789. Foi ainda de sua autoria a lei da conservação da massa, que refere que, "nos fenómenos químicos, a massa total dos corpos reagentes permanece constante". Lei que, na sua versão popular, mais romantizada, diz que "na natureza nada se perde, nada se ganha, tudo se transforma".

Lavoisier colaborou estreitamente com as autoridades do período pré-revolucionário, tendo sido, por exemplo, secretário e tesoureiro da comissão que implementou em França a uniformização dos pesos e medidas, e membro das comissões estaduais de agricultura entre 1785 e 1790. Foi também cobrador de impostos, e a fúria persecutória dos revolucionários era incapaz de perdoar tais traições: foi julgado, condenado e executado no mesmo dia. A rapidez da justiça no seu melhor...


Internet

Revolução Francesa
Liberty, Equality, Fraternity: Exploring the French Revolution / La Révolution Française: 1789-1799 / Wikipedia

Antoine Lavoisier
Biografia / Antoine-Laurent Lavoisier / Wikipedia

Sem comentários:

Enviar um comentário