02/06/2006

Concertos #41

Em Novembro de 2004, neste texto, trouxe a estas páginas um DVD em que o pianista austríaco Alfred Brendel (1931-) interpretava obras de Joseph Haydn (1732-1809), Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) e Franz Schubert (1797-1828). Posteriormente, em Abril do ano passado, referi aqui um recital que este pianista deu na Casa da Música tendo, na ocasião, interpretado obras de Mozart, Robert Schumann (1810-1856), Schubert e Ludwig van Beethoven (1770-1827).

No recital desta noite, mais uma vez na Casa da Música
, este pianista irá de novo centrar-se nos períodos clássico (Haydn, Mozart) e início do romântico (Schubert). O que vem na sequência do que Brendel afirmou em entrevista à revista Gramophone: "I just don't feel physically inclined to take the responsibility for very large cycles in the future. What I may do is perhaps a few programmes of Haydn, Mozart and Schubert, for instance, going through the late Mozart sonatas". Muito dificilmente o ouviremos a interpretar de novo, por exemplo, a Sonata em si menor de Franz Liszt (1811-1886), pelo esforço físico que requer e por decisão do próprio Brendel: "(...) I feel that after living with the Liszt Sonata since my 19th year it has got somewhere where I more or less want it to be, within my possibilities. Having now left the piece for good I had the impression that I had come to the end of the process".

E assim, um ano e pouco depois, volto a ouvir ao vivo um dos meus pianistas favoritos, sempre na Casa da Música, um edifício da Porto 2001. Que, apesar de se terem esquecido do fosso para a orquestra na sala Guilhermina Suggia (para que pudessemos ver óperas) e de uma simples cortinas na Sala 2 (para que pudessemos ver os músicos nas tardes mais solarengas), tem sido da maior utilidade para a cidade do Porto. Ao contrário do edifício transparente, que até hoje apenas serviu para retirar o mar da vista e entreter uns quantos à volta de imbróglios judiciais. Não há bela sem senão.


Programa

Joseph Haydn
Sonata para Piano em ré maior, Hob.XVI/42.
Sonata para Piano em dá maior, Hob.XVI/50.
Franz Schubert
Sonata para Piano Nº18 em sol maior, D894.
Wolfgang Amadeus Mozart
Fantasia em dó menor, K474.
Rondó em lá menor, K511.
Alfred Brendel (piano)


Internet

Alfred Brendel
Official Site
/ Calouste Gulbenkian Foundation / Interviews / Wikipedia

Sem comentários:

Enviar um comentário