07/09/2006

Compositores #70: Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791)

Continuação do texto de 23 de Junho de 2006


Apenas cerca de um ano depois de se ter casado com Constanze Weber, em Viena, é que o casal Mozart se deslocou a Salzburgo, para visitar Leopold Mozart. Chegaram a essa cidade no dia 31 de Julho de 1783, e por lá ficaram até Outubro. O regresso a Viena é feito por Linz, por forma a visitarem um amigo da família, o conde Thun. Este, grande admirador do compositor, sugere um concerto para o dia 4 de Novembro que Mozart, apesar de não ter com ele qualquer partitura que servisse minimamente para a ocasião, se apressa a aceitar. O resultado é por demais conhecido: nesse dia 4 de Novembro de 1783 teve lugar a estreia da Sinfonia Nº36, Linz, dedicada naturalmente ao conde Thun e composta por Mozart em... 3 dias!

Nessa altura o conde convidou Mozart a visitar Praga, oferecendo-lhe estadia num dos palácios que possuía nessa cidade. E foi precisamente num deles que Mozart e respectiva comitiva ficaram hospedados uns anos depois, aquando da primeira visita a Praga, em Janeiro de 1787. Mozart era um ídolo para o público de Praga, e esta sua primeira estadia nessa cidade foi disso prova evidente. No dia 17 assistiu à sua ópera As Bodas de Fígaro e, assim que o público se apercebeu da sua presença, ovacionou-o efusivamente na primeira oportunidade, logo após o fim da abertura. Dois dias depois seria o próprio Mozart, ao teclado, a mostrar todos os seus dotes, de intérprete, de compositor e de improvisador, numa sessão que incluiu ainda a estreia da Sinfonia Nº38, K504, convenientemente apelidada de Praga. Sobre esse recital memorável escreveu o seu biógrafo Franz Xaver Niemetschek (1766-1820): "(...) This recital was a unique event for the people of Prague, and Mozart similarly counted this day as one of the happiest of his life".

No dia 20 de Janeiro de 1787 houve nova récita d'As Bodas de Fígaro, com o próprio Mozart a assegurar a direcção. O sucesso obtido assegurou-lhe a encomenda de uma ópera para a temporada seguinte e, em meados de Fevereiro, os Mozart regressariam finalmente a Viena.

continua


Bibliografia

Mozart and Prague, de Harald Salfellner
Guia da Música Sinfónica, de François-René Tranchefort

Sem comentários:

Enviar um comentário