14/10/2006

CDs #99: Dvorák, Piano Concerto, Violin Concerto

No primeiro dia deste ano alinhavámos um pequeno texto sobre as aventuras que rodearam a composição do Concerto para Violino de Johannes Brahms (1833-1897), e que envolveram, nomeadamente, a alteração de algumas passagens da obra para que ficasse mais a gosto do dedicatário, o violinista virtuoso Joseph Joachim (1831-1907), que a estreou no dia 1 de Janeiro de 1879.

Entre Julho e Setembro de 1879, o compositor checo Antonín Dvorák (1841-1904) manteve-se ocupado a compôr o seu Concerto para Violino que, possivelmente motivado pelo sucesso obtido na estreia do de Brahms, decidiu dedicar a... Joseph Joachim. Mais bem conseguido do que o Concerto para Piano que Dvorák tinha escrito 3 anos antes, em 1876, não se livrou, contudo, de levar com um rol de propostas de correcção por parte de Joachim. Um processo em tudo semelhante ao que tinha acontecido com Brahms e o seu concerto, dado que o nosso amigo Joachim só tocava aquilo que lhe aprazia. Pois também no caso de Dvorák o processo colaborativo estendeu-se, e só em 1883 a obra ficou ao gosto de ambos. Só que Joachim nunca a tocou em público... A estreia, no dia 14 de Outubro de 1883, em Praga, ficou então a cargo do violinista, e amigo de Dvorák, Frantisek Ondricek (1857-1922), com o maestro Moric Anger (1844-1905) a dirigir a Orquestra do Teatro Nacional.

O facto do disco aqui hoje trazido conter ambos os concertos, o Concerto para Piano e o Concerto para Violino, permite confirmar o menor à-vontade de Dvorák, violista de formação, na escrita para piano, em particular nos solos. Assunto para outras alturas...




Antonín Dvorák
Concerto for Piano and Orchestra, Op.33.
Concerto for Violin and Orchestra, Op.53.
Rustem Hayroudinoff (piano), James Ehnes (violino)
BBC Philharmonic Orchestra
Gianandrea Noseda
Chandos CHAN10309
(2004)


Internet

Antonín Dvorák
The Composers of Bohemia
/ Tribute to Antonín Dvorák / Classical Music Pages / Wikipedia

Joseph Joachim
Joseph Joachim / Naxos.com / Wikipedia

2 comentários:

  1. Caro HVA, teria muito gosto de desse uma espreitadela a este meu texto sobre Shostakovitch, publicado num blogue onde colaboro aos domingos:
    http://tabernainconformados.blogspot.com/2006/10/shostakovitch-e-liberdade-criativa.html
    No "Horizonte", por ocasião dos meus dois anos na blogosfera, dediquei-lhe outro texto:
    http://linha-horizonte.blogspot.com/2006/10/dois-anos-convosco.html

    ResponderEliminar
  2. Caro F. Santos,

    Já fui espreitar à taberna, e achei o seu texto sobre Shostakovich muito interessante. Já tinha lido o outro no Hortizonte, pois sou visita frequente dessde blogue.

    Saudações,

    HVA

    ResponderEliminar