04/12/2006

CDs #108: Britten, War Requiem

Sujeita a fortes bombardeamentos durante a 2ª Guerra Mundial, a Catedral de Coventry ficou quase totalmente destruída e, no concurso lançado em 1950 aberto a arquitectos da Commonwealth, venceu o projecto apresentado por Basil Spence (1907-1976). As obras estenderam-se entre 1956 e 1962 e, ainda antes de terminarem, já o nosso arquitecto era Sir Basil Spence, pois fica sempre bem reconhecer o mérito a quem o tem.

Benjamin Britten (1913-1976) foi convidado a escrever uma obra para a festa da inauguração da nova catedral, e apresentou um requiem que, de convencional, pouco tinha. A uma Missa de Requiem em Latim sobrepôs poemas do poeta inglês Wilfred Owen (1893-1918), morto em França durante as operações da 1ª Guerra Mundial, apenas uma semana antes do fim dessa guerra. A parte da missa é cantada pelo coro principal, por um coro de rapazes e por um soprano que, na estreia, deveria ter sido a russa Galina Vishnevskaya (1926-), mas que acabou por ser a irlandesa Heather Harper (1930-); os textos de Wilfred Owen ficam a cargo de uma orquestra de câmara, de um tenor e de um barítono que, na estreia, foram respectivamente Peter Pears (1910-1986) e Dietrich Fischer-Dieskau
(1925-).

A obra registou um enorme, quanto inesperado, sucesso e, num curto espaço de tempo, foi interpretada em várias cidades: Berlim, em Novembro de 1962; Londres, em Dezembro desse ano; Amesterdão, em Julho de 1964; e em Viena, em Outubro do mesmo ano. A lista de maestros envolvidos é igualmente impressionante: além do próprio Britten, Meredith Davies (1923-2005), Colin Davis (1927-), Bernard Haitink (1929-), Ernest Ansermet (1883-1969),...

Neste disco aqui hoje trazido, gravado em Abril de 1969, a regência esteve a cargo do italiano Carlo Maria Giulini
(1914-2005). Giulini, falecido há cerca de um ano e meio, tinha dirigido pela primeira vez esta obra em Setembro do ano anterior ao desta gravação, embora tivesse estado na calha para o ter feito em 1963, aquando da celebração do 50º aniversário de Britten. Esta gravação conta ainda com a participação de Peter Pears, um dos solistas de serviço na estreia do War Requiem.

Benjamin Britten faleceu há 30 anos, no dia 4 de Dezembro de 1976.




Benjamin Britten
War Requiem.
Stefania Woytowicz (soprano), Peter Pears (tenor),
Hans Wilbrink (barítono)
Wandsworth Scholl Boys' Choir
Melos Ensemble
New Philharmonia Chorus
New Philharmonia Orchestra
Carlo Maria Giulini
BBC Legends BBCL4046-2


Internet

Benjamin Britten
Classical Music Pages
/ Wikipedia / Benjamin Britten / War Requiem

Sem comentários:

Enviar um comentário