21/03/2007

Sinfonias #21: Sinfonia Nº1, de Sergei Taneyev

Em 1874, após a célebre cena da recusa de Nikolai Rubinstein (1835-1881) em tocá-lo, acabou por caber a Hans von Bülow (1830-1894) a honra de estrear o Concerto para Piano e Orquestra Nº1 de Piotr Ilyich Tchaikovsky (1840-1893). Foi em Boston e no dia 25 de Outubro de 1875, e esta história já aqui foi contada há uns anitos. Esta acabou mesmo por ser a única obra para piano e orquestra de Tchaikovsky que não foi estreada pelo pianista Sergei Taneyev (1856-1915): o Concerto para Piano e Orquestra Nº2 foi por ele estreado no dia 11 de Março de 1881, e o Nº3 no dia 7 de Janeiro de 1895.

Taneyev não foi apenas um notabilíssimo pianista: foi também um reputado professor e um dos mais importantes compositores russos na viragem para o século XX. Relembro aquilo que dele disse o pianista Mikhail Pletnev (1957-): "(...) foi uma figura chave na história da música russa, o maior polifonista depois de Bach". Um pouco exagerado, talvez, mas revelador de uma admiração extrema por parte dum dos maiores pianistas do nosso tempo. Taneyev escreveu principalmente música de câmara; a sua obra mais conhecida, contudo, é uma ópera, Oresteya. Compôs também 4 sinfonias, das quais apenas a última foi publicada em vida do compositor, em 1901, o que levou a que, erradamente, seja ainda hoje por vezes identificada como a sua Sinfonia Nº1, Op.12. A Sinfonia Nº1 foi estreada no dia 21 de Março de 1898, passam hoje 109 anos. A verdadeira ou a falsa?!


Internet

Sergei Taneyev
Wikipedia / Sergey Ivanovich Taneyev / Naxos / allmusic / ANDaNTE

Sem comentários:

Enviar um comentário