01/05/2007

CDs #117: Dvorák Piano Trios, Smetana Trio

A dumka é um canto popular de origem ucraniana, de uma expressão marcadamente melancólica que, não raras vezes, atraiu os compositores românticos, de entre os quais se salientou o compositor checo Antonín Dvorák (1841-1904), com várias obras nela directamente inspiradas: Dumka et Furiant, Op.12; Dumka, Op.35; e o Trio Dumky, Op.90.

Esta última obra foi escrita por Dvorák entre Novembro de 1890 e Fevereiro do ano seguinte, tendo sido estreada em Praga no dia 11 de Abril de 1891. A estreia contou com o próprio Dvorák ao piano, Ferdinand Lachner (1856-1910) no violino e Hanus Wihan (1855-1920) no violoncelo. O Trio Dumky seria mesmo a peça de câmara que Dvorák mais vezes iria tocar ao longo da vida; só nos cinco meses que se seguiram à estreia tocá-la-ia cerca de 40 vezes.

Esta seria a última obra de Dvorák para esta formação (violino, violoncelo e piano) e, ao contrário dos tradicionais 4 andamentos mais ou menos contrastantes, é composta por 6 peças, pequenas, ligadas de uma forma nem sempre evidente. O que é evidente é o excelente nível interpretativo do Trio Smetana, cujas origens remontam à década de 1930 e que é actualmente composto pela pianista Jitka Cechová, pela violinista Jana Vonásková-Nováková e pelo violoncelista Jan Pálenícek.

Antonín Dvorák morreu há 103 anos, no dia 1 de Maio de 1904.




Antonín Dvorák
Piano Trio Nº4, Op.90, "Dumky". Piano Trio Nº3, Op.65.
Smetana Trio
Supraphon SU3872-2
(2006)


Internet

Antonín Dvorák
Wikipedia
/ Classical Music Pages / Naxos / Antonín Dvorák

Sem comentários:

Enviar um comentário