02/04/2007

Lugares #153

Não haveria razão para que se lhe aplicasse regra diferente das dos outros monumentos nacionais, pelo que tem a única porta fechada a 7 chaves, impossibilitando qualquer visita. Havia, contudo, que lhe dar alguma utilidade, pelo que se entende que a vizinhança lá fixe as cordas de secar a roupa...

Claro que quando, em 1130, D. Lourenço de Abreu construiu um castelo em Lapela, Monção, teria outros fins em vista. E se D. Afonso Henriques (1111-1185) lhe deu instruções para tal, cerca de 600 anos depois, em 1706, D. João V (1689-1750) mandou deitar tudo abaixo, que as pedrinhas faziam muita falta para a fortificação da Praça de Monção. Em rigor, nem tudo foi abaixo, pois está visto que a torre de menagem escapou. A Torre da Lapela, como é conhecida por ficar na freguesia com o mesmo nome, tem a companhia privilegiada do rio Minho. Essa é a parte positiva. A menos positiva é o facto de se encontrar absolutamente sufocada, rodeada de habitações por todos os lados, que impedem que seja devidamente apreciada.




Mesmo assim, dever-se-á dar por muito feliz por ainda lá estar! É que as poucas pedras do castelo que ficaram de pé em 1706 foram utilizadas em 1860 para... calcetar ruas! Não fosse entretanto ter aparecido a mania do alcatrão e imaginem o destino da nossa torre...


Internet

Torre da Lapela
Direcção Geral dos Edifícios e Monumentos Nacionais / Portugal web / Câmara Municipal de Monção / Lapela

4 comentários:

  1. na minha próxima incursão por terras de melgaço, vou ver se dedico alguma atenção às vizinhanças de monção.

    abraço.

    ResponderEliminar
  2. sempre admirei os castelos e os monumentos, mas sempre me admirei com o esforço que as costas de tantos fizeram para eles se eternizarem; hoje nem com ucranianos.

    ResponderEliminar
  3. A zona de Monção é admirável, sendo apenas de lamentar a dificuldade em visitar muitos dos monumentos de interesse (os eatatais normalmente estão encerrados, e os privados são de difícil acesso).

    Saudações,

    HVA

    ResponderEliminar
  4. Encontrei esta página quando procurava mais informação sobre a torre da Lapela - monumento que visitei ontem. É possível visitá-lo; basta pedir à Dona do café da aldeia a chave (em troca do BI que depois é devolvido). É uma subida que se faz com alguma facilidade, embora seja necessária alguma cautela (sobretudo na descida), pois os degraus das escadas têm pouca espessura (não aconselhado a pessoas com vertigens). Gostava de ter visto o interior do castelo mais bem tratado (partes do soalho estão podres)e mais limpo (embora a motivação da subida tenha sido evidentemente a vista do topo do castelo sobre o rio Minho e a Galiza) ... vale definitivamente a visita!!

    ResponderEliminar