12/08/2007

Sonatas para Piano #1: 1.X.1905, de Leos Janácek

Conforme já referido aqui, só nos inícios do século XX as obras do compositor checo Leos Janácek (1854-1928) começaram a gozar de alguma popularidade. Tal ficou a dever-se, no essencial, ao facto de ter passado a incorporar nelas temas folclóricos moldavos, resultado de um trabalho de investigação e recolha que iniciou em 1885.


Leos Janácek

Janácek não deixou, todavia, de dar atenção aos acontecimentos sociais, como aquele que esteve na base da Sonata para Piano 1.X.1905: a morte de um trabalhador, Frantisek Pavlik, durante uma manifestação anti-germânica e a favor da instalação da
Universidade de Brno, em Outubro de 1905. O prefácio que Janácek escreveu para a obra é mais ou menos assim:

The white marble steps of the Beseda in Brno
Frantisek Pavlik, a humble worker, sinks down covered in blood
He came, his heart filled with passion, for the university,
And was struck down by brutal murderers.

Passam hoje 79 anos sobre a morte de Leos Janácek.


CDs



Leos Janácek
Piano Sonata 1.X.1905.
In the Mist.
On an Overgrown Path, Series 1.
Leif Ove Andsnes (piano)
Virgin Classics 5 61839-2
(gravação: 1990)

Leos Janácek
In the Mist.
Piano Sonata 1.X.1905.
On the Overgrown Path.
A Recollection.
András Schiff (piano)
ECM 461 660-2
(gravação: 2000)


Leif Ove Andsnes, András Schiff


Internet

http://www.mzm.cz/engmzm/osobnosti/l_j.htm
http://www.calperfs.berkeley.edu/presents/season/2001/program_notes/pn.schiff.pdf
http://w3.rz-berlin.mpg.de/cmp/janacek.html
http://www.sun.rhbnc.ac.uk/Music/Janacek/
http://www.geocities.com/Paris/Parc/9893/leos.html

2 comentários:

  1. Ah!, o dia em que a letra deste blogue cresça um ponto ou dois...

    ResponderEliminar
  2. Sabe, ainda ninguém se tinha queixado do tamanho da letra, pelo que eu estava convencido de que se conseguia ler perfeitamente. Nada que justifique descartar o seu comentário, pelo que o próximo texto já sairá em versão aumentada!

    Heitor

    ResponderEliminar