07/10/2007

Lugares #167

Normalmente as informações providenciadas pelas páginas das Câmaras Municipais são um bom ponto de partida para preparar antecipadamente uma visita; alguma literatura que tenhamos por aqui, um salto ao Posto de Turismo local e o contacto com as gentes lá do sítio completam o quadro, e permitem-nos não perder os pontos com mais interesse. Desta vez, todavia, a história divergiu deste quadro geral, a começar por aquilo que a Câmara Municipal de Castro Daire nos tem a dizer sobre o respectivo património:

"Esta página está em desenvolvimento. Seremos breves na sua actualização. Para obter mais informações, não hesite em nos contactar."



Decidimos partir do princípio de que não haveria grande património na zona, caso contrário as autoridades locais teriam todo o orgulho em promovê-lo e nunca espetariam tal frase no site. Pensámos então que o melhor seria começar por provar os petiscos da região, pois não há nada como confortar os estômagos antes de partir à descoberta de tão dissimulado património. Segundo azar, tudo o que a Câmara Municipal tem para nos dizer sobre Alojamento e Restauração é isto:

"Module Web_Links not available"



O nosso espírito aventureiro até pode aguentar uma certa escassez de património a visitar, mas nunca resistirá à falta de alimentos, pelo que acabámos por encher primeiro a barriga e só depois meter o calhambeque a caminho. E, em vez de perdermos tempo em Castro Daire à procura daquilo que eventualmente nunca existiu, fomos direitos à Aldeia de Cetos e ao miradouro lá do sítio, de onde tirámos as fotografiazinhas que enfeitam este texto.

Antes de terminar, é de toda a justiça deixar aqui um agradecimento ao anónimo que mantém um site sobre esta aldeia, e que fornece muito mais e melhor informação do que as páginas oficiais mantidas (?) pelos eleitos do povo...

Sem comentários:

Enviar um comentário