08/04/2008

Notícias #17

Parece que o afastamento entre eleitos e eleitores preocupa a nossa classe política. Parece, também, haver gente empenhada em tentar alterar essa situação. As petições à Assembleia da República, dizem-nos, é uma das formas possíveis de participação cívica dos eleitores. Uns quantos milhares, poucos, de assinaturas, uma reunião com a Comissão da Assembleia da República responsável pela área a que o assunto da petição diga respeito e, havendo um parecer favorável dessa Comissão, a almejada discussão em plenário. Um processo aparentemente simples e eficaz.

Virgílio Marques, repetente na defesa de causas que deveriam ser de todos nós, teve a iniciativa de, em conjunto com outras pessoas, lançar uma petição em defesa do Salão Nobre do Conservatório Nacional, salão esse que se encontra actualmente num estado lastimável. Relata-nos Virgílio Marques no seu blogue Guilhermina Suggia que, obtidas as assinaturas suficientes, a petição foi aceite pela Comissão de Ética, Sociedade e Cultura. Na reunião entretanto agendada para o dia 14 de Março, e para a qual todas as forças políticas representadas na Assembleia foram convocadas, nenhum deputado apareceu. Nem um!

Donde só se pode concluir uma de duas coisas: ou os senhores deputados já resolveram entretanto o problema e as obras de recuperação do salão irão começar brevemente, ou estão-se completamente nas tintas para o assunto, e tanto lhes faz que o salão caia como não. O que fica evidente, em qualquer dos casos, é o desprezo com que tratam as petições de todos nós, os eleitores que os elegeram. Lamentável.

4 comentários:

  1. Coitadinhos dos senhores deputados...iam lá ter tempo para "ninharias" dessas....
    É vê-los a dormir nas sessões....a ler os jornais do dia...a contarem anedotas uns aos outros...a pensar no seu próximo aumento de ordenado que eles próprios decidem...na próxima viagem paga pelo erário público....no bar da assembleia durante os plenários....

    Qual Conservatório!....

    ResponderEliminar
  2. Virgílio Marques10/04/08, 22:17

    caro Heitor,
    apenas uma rectificação nos números, que em nada altera o sentido do que foi escrito. Nós fomos convocados em 14 de Março para nos reunirmos com a Comissão em 27 de Março. Reunimo-nos apenas com a Deputada relatora da petição.
    Tenhamos esperanças que os senhores deputados estão todos bem esclarecidos acerca do valor patrimonial do Salão Nobre e que quando for a discussão em plenário votarão pela sua urgente recuperação.
    Certamente que serão uma vez mais um exemplo de cidadania e civismo.

    ResponderEliminar
  3. Grande blog, parabéns, o Heitor gosta do Artur Pizarro?
    Abraços

    ResponderEliminar
  4. Caro Menphins,

    Obrigado. Acho que o Artur Pizarro é um excelente pianista, e já tive a oportunidade de assistir a 2 ou 3 concertos dele.


    Saudações,

    Heitor

    ResponderEliminar