05/07/2008

CDs #170: Backhaus, Beethoven, Chopin

Um disco extraordinário, este, pelas interpretações do grande pianista de origem alemã Wilhelm Backhaus (1884-1969) e pelo significado especial que as obras apresentadas, de Ludwig van Beethoven (1770-1827) e Frédéric Chopin (1810-1849), tiveram na sua carreira: foi o Concerto para Piano Nº5 de Beethoven que tocou na sua estreia nos Estados Unidos, em Janeiro de 1912, e Backhaus foi o primeiro a gravar a integral dos Études de Chopin, em 1928, uma gravação ainda hoje considerada de referência.

Além de Beethoven, de quem gravou a (quase, se não mesmo a) totalidade das obras para piano, Backhaus destacou-se no repertório do período romântico, merecendo uma referência especial as suas interpretações de Johannes Brahms (1833-1897) e do já citado Chopin. Teve uma longa carreira, de cerca de 70 anos, que começou em 1900 com a primeira turné e que recebeu um enorme impulso em 1905, quando venceu o Prémio Rubinstein, em Paris, onde relegou para segundo plano, entre outros, Béla Bartók (1881-1945), que viria a ser um dos grandes compositores do século XX.

Na tal estreia em solo americano, a Orquestra Sinfónica de Nova Iorque foi dirigida por um maestro já nosso conhecido, Walter Damrosch (1862-1950), que tinha tido a honra de dirigir o concerto de estreia do Carnegie Hall, no dia 5 de Maio de 1891. Backhaus iria revelar-se igualmente um excelente músico de câmara, e a sua gravação mais célebre no género, das Sonatas para Violoncelo de Brahms, foi efectuada com um violoncelista também já bem conhecido da casa, o francês Pierre Fournier (1906-1986).

Wilhelm Backhaus faleceu há 39 anos, no dia 5 de Julho de 1969, com 85 anos, quando se preparava para dar um concerto em Villach, na Áustria.




Ludwig van Beethoven
Piano Concerto No.5 in E flat major, Op.73, "Emperor".
Piano Sonata No.21 in C major, Op.53, "Waldstein".
Frédéric Chopin
Études - Op.25, Nos.1-3, 6, 8-9; Op.10 No.5.
Wilhelm Backhaus (piano)
Kölner Rundfunk-Sinfonie-Orchester
Georg Solti
Medici Arts MM006-2
(1956, 1959, 1953)


Internet

Wilhelm Backhaus
Lion of the keyboard / Historical interpretations of Frederick Chopin works / Wikipedia / Arbiter Records / Naxos / Decca Music Group / Bach Cantatas Website / University of Maryland

12 comentários:

  1. Foi impressão minha ou estava aqui um post sobre Wanda Landowska ?

    ResponderEliminar
  2. Encontra-o neste endereço:

    http://desnorte.blogspot.com/2007/07/cravistas-xx-wanda-landowska-1879-1959.html


    Cumprimentos,

    Heitor

    ResponderEliminar
  3. Embora concorde que está fantástico, não fui eu que fiz esse comentário. Haja criatividade na escolha dos "nicks".

    E até com a inclusão do endereço blogue onde participo? estranho...mas garanto que não fui eu que escrevi "está fantástico."

    ResponderEliminar
  4. Sabe quando é que vai haver mais um concerto de Artur Pizarro?

    ResponderEliminar
  5. A primeira foto... Ele, sob aquele ângulo, parece Bartók!

    ResponderEliminar
  6. Caro Pianoman,

    Lamento a "piratice", mas é um dos riscos de ter os comentários abertos. Há engraçadinhos para todos os gostos...



    Cumprimentos,

    Heitor

    ResponderEliminar
  7. Caro P. Q. P. Bach,

    Pois é, tem razão. Sabe que nem tinha reparado em tal?!


    Cumprimentos,

    Heitor

    ResponderEliminar
  8. Desconheço em absoluto se Artur Pizarro vai tocar nos próximos tempos no nosso país. Não aparece na programação da Casa da Música, no Porto, e também não me lembro de ver o nome dele na da Gulbenkian (mas aqui posso estar equivocado, pois não fui consultar a programação da próxima temporada).


    Heitor

    ResponderEliminar
  9. Também que eu tenha visto na programação da Casa da Música, não aparece lá nada!!!

    Cumprimentos

    Anónimo

    ResponderEliminar