26/10/2008

Lugares #182

Tabuaço, vila do Distrito de Viseu localizada na região do Douro, é sede de um município formado por 17 freguesias. Pouca gente mora por aquelas bandas: a população da vila não chegará a 2.000 e, no seu conjunto, habitarão apenas cerca de 8.500 pessoas nas tais 17 freguesias.

É uma terra banhada por rios vários; além do Douro, por lá serpenteiam os rios Torto, Távora e Tedo. Orgulha-se, justificadamente, dos seus vestígios pré-históricos e romanos. A estes últimos pertence, nomeadamente, o Mosteiro de São Pedro das Águias, cuja comunidade cisterciense terá sido uma das primeiras populações agregadas nos tempos medievais. Entende-se assim a promoção que lhe é feita, lendo-se, por exemplo, o que aparece nos folhetos oficiais: "Esta terra, velha de séculos, está cheia de motivos de interesse, dos seus muitos pelourinhos à igrejas, da Casa da Roda ao mosteiro de S. Pedro das Águias (...)".




Foi esse o principal motivo que nos levou à freguesia da Granjinha, encostada ao rio Távora que, nessa zona, delimita a zona oriental do município de Tabuaço. O primeiro pouso, como é nosso hábito, foi no Posto de Turismo, para melhor nos ambientarmos. E ambientados rapidamente ficámos quando, após termos revelado o nosso objectivo cimeiro, nos foi dito que a Quinta de S. Pedro das Águias tinha, entretanto, "sido vendida a uma senhora", e que essa senhora, como era próprio do mês de Agosto, "tinha ido de férias" mas, numa atitude simpática, "havia deixado a chave com o Presidente". Acontece que, para azar nosso, era Domingo, e Presidente (que assumimos ser o da Câmara...) que se preze goza uma merecida folga, pelo que ficámos limitados a ver o conjunto arquitectónico pela parte de fora!

Por que carga de água é que a bendita senhora não deixou a chave com o padre?! Pelo menos a folga domingueira não se lhe aplica...


Internet

Tabuaço
Câmara Municipal de Tabuaço / Mosteiro de São Pedro das Águias / Tabuaço um Passado Presente / Associação Nacional Municípios Portugueses / 360º Portugal / Triplov / Wikipedia

Sem comentários:

Enviar um comentário