23/01/2009

CDs #193: Arthur Nikisch conducts Beethoven

A última vez que por aqui falei do maestro húngaro Arthur Nikisch (1855-1922) foi a propósito de um disco em que brilhava um outro grande maestro, o inglês Adrian Boult (1889-1983). Uma feliz coincidência, dado o facto de Boult ter uma enorme admiração por Nikisch, além de por ele ter sido fortemente influenciado. Admiração que se estendia, diga-se, à economia de movimentos de Nikisch durante a direcção da orquestra, pouco mexendo os braços e muito menos abanando a cabeça... Um low-profile que, contudo, não o tornava menos eficaz na obtenção daquilo que pretendia; o próprio Boult chegaria a afirmar que tinha sido de Nikisch a mais arrebatadora interpretação que tinha ouvido da 1ª Sinfonia de Johannes Brahms (1833-1897).

Depois de ter mostrado dotes musicais desde muito novo, Nikisch começou por estudar violino e piano, e foi com este último instrumento que deu o primeiro recital público. Seria todavia como violinista que iniciaria a carreira no mundo da música, depois de ter estudado em Viena com Joseph Hellmesberger (1828-1893), tendo sido dirigido na década de 1870, entre outros, por Brahms, Anton Bruckner (1824-1896), Franz Liszt (1811-1886), Giuseppe Verdi (1813-1901) e Richard Wagner (1813-1883). Ainda antes do final dessa década iniciar-se-ia na direcção de orquestra, inicialmente como maestro assistente na Orquestra da Ópera de Leipzig e, apenas um ano depois, já como maestro principal.

Não deixa de ser admirável, pelo menos eu assim o considero, termos hoje em dia a oportunidade de ouvir gravações deste maestro, falecido em Janeiro de 1922. Dentre as façanhas que lhe são atribuídas consta a de ter sido um dos primeiros maestros a gravar uma sinfonia completa; e é essa gravação, efectuada em Novembro de 1913, da Sinfonia Nº5 de Ludwig van Beethoven (1770-1827), que consta do presente disco. Que fecha com uma obra, a Rapsódia Húngara Nº3, de um dos compositores em que mais se distinguiu, Liszt, gravada em Junho de 1913. Extraordinárias audições, se nos conseguirmos abstrair da (falta de) qualidade do som, normal para gravações efectuadas há 95 anos...

Arthur Nikisch morreu há 87 anos, no dia 23 de Janeiro de 1922.




Ludwig van Beethoven
Egmont Overture, Op.84. Symphony No.5 in C minor, Op.67.
Carl Maria von Weber
Der Freischütz - Overture. Oberon - Overture.
Wolfgang Amadeus Mozart
The Marriage of Figaro - Overture.
Franz Liszt
Hungarian Rhapsody No.1.
London Symphony Orchestra
Berlin Philharmonic Orchestra
Arthur Nikisch
Dutton CDBP9784


Internet

Arthur Nikisch
Classic Encyclopedia / Online Encyclopedia / BrasiliaVirtual / Wikipedia

Sem comentários:

Enviar um comentário