03/01/2009

Maestros #42: Lucien Cailliet (1897-1985)

O título deste texto não está completamente correcto, pois Lucien Cailliet foi muito mais do que "apenas" maestro: foi igualmente compositor, por exemplo, tendo escrito música para quase 50 filmes, e arranjador, com a adaptação para instrumentos de sopro de várias obras conhecidas, como o poema sinfónico Finlandia, de Jean Sibelius (1865-1957) e parte da ópera Lohengrin, de Richard Wagner (1813-1883). Foi também clarinetista e dedicou-se ainda à regência, tendo fundado a Cherry Hill Wind Symphony numa altura em que colaborava com a Orquestra de Filadélfia.

Francês de nascimento, a mudança de Cailliet para os Estados Unidos coincidiu com o final da 1ª Grande Guerra, em 1918, tendo a colaboração com a referida orquestra começado pouco depois. E foi esta a razão por que primeiro me cruzei com o nome de Lucien Cailliet, pois, se bem se lembram, desde 1912 que Leopold Stokowski (1882-1977) era o seu maestro principal. E se Stokowski é por bem demais conhecido, pelo menos por estas bandas, Cailliet continua a ser um perfeito desconhecido, quaisquer que sejam as bandas em consideração; excepto as bandas sinfónicas e as militares, pois claro, onde as suas adaptações são bastante populares.

Refira-se, por último, que a colaboração de Cailliet com Stokowski perduraria por bons anos, pois Cailliet acabaria mesmo por integrar a Orquestra de Filadélfia como clarinetista, em 1919, actividade que ainda mantinha na década de 1930. Década em que escreveu a sua versão dos Quadros de Uma Exposição de Modest Mussorgsky (1839-1881), juntando a sua a uma longa lista de versões desta obra.

Lucien Cailliet faleceu há 24 anos, no dia 3 de Janeiro de 1985.


Internet

Lucien Cailliet
IMDb / NationMaster / G. Schirmer Inc. / ClassicsOnline / Wikipedia / Answers.com

Sem comentários:

Enviar um comentário