24/06/2009

Lugares #187

A participação em provas desportivas tem servido de mero alibi para diversas passeatas pelo país, e foi exactamente isso o que aconteceu recentemente. Dando-se o caso de, desta vez, a prova decorrer em Bragança, e de da sua organização ter feito parte um colega das aventuras de duas rodas, teve um gosto especial, além de ter ficado mais barata...

Para a tarde de Sábado programámos uma visita ao castelo, algo que não nos pareceu demasiadamente incompatível com o período de estágio para o evento desportivo do dia seguinte... Do que nos esquecemos, mais uma vez, foi da incompatibilidade dos horários de abertura dos monumentos nacionais com os da maioria dos portugueses; talvez não os da maioria, mas pelo menos com os nossos, o que, para o caso, é o que mais nos interessa! Vai daí, e tal como nos tinha acontecido há relativamente pouco tempo em Amieira do Tejo, demos com o nariz na porta, pois chegámos lá depois das malfadadas 17 horas. Diferentes razões (o de Amieira do Tejo encontra-se em obras) mas a mesma impossibilidade de os visitar...



Ficámos novamente limitados a ver as paredes pelo lado de fora e a dar um pequeno passeio pelas muralhas o que, apesar de melhor do que nada, esteve longe de corresponder às nossas expectativas, para utilizar uma expressão muito querida dos nossos especialistas de marketing. É o fim...


Internet



Castelo de Bragança
IPPAR / Guia da Cidade / Visit Portugal / Wikipedia

1 comentário:

  1. As expectativas são umas "miúdas" tramadas :-) especialmente as nossas ou ainda pior as do português médio :-)

    ResponderEliminar