26/12/2009

Óperas #23: Alonso e Cora, de Simon Mayr

Haverá certamente bom motivo para tal, que eu desconheço, mas o que é um facto é que, ao longo dos tempos, houve um número invulgarmente alto de óperas que foram estreadas num dia 26 de Dezembro; o mesmo se pode dizer de cantatas de Johann Sebastian Bach (1685-1750), mas neste caso não é difícil encontrar uma explicação... Voltando às estreias operáticas, e referindo alguns exemplos de óperas estreadas a 26 de Dezembro: Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) contribuiu com duas (Mitridate, Re di Ponto e Lucio Silla); Gioachino Rossini (1792-1868) ajudou com quatro (Aureliano in Palmira, Sigismondo, Torvaldo e Dorliska e Bianca e Falliero); Saverio Mercadante (1795-1870) não lhe quis ficar atrás, e adicionou cinco à lista (Scipione in Cartagine, Andronico, Alfonso ed Elisa, Nicroti e La schiava saracena, ovvero Il campo di Gerosolima); para além de óperas de, entre outros, Christoph Willibald von Gluck (1714-1787), Gaetano Donizetti (1797-1848), Georges Bizet (1838-1875) e Vincenzo Bellini (1801-1835).

Foi também num dia 26 de Dezembro, de 1803, que se estreou a ópera Alonso e Cora do compositor alemão Simon Mayr (1763-1845). Apesar da nacionalidade, Johann Simon Mayr passou uma boa parte da vida em Itália, em Bérgamo e Veneza, e foi precisamente nesta última cidade que, no início do século XIX, começou a sua carreira operática. Mayr, quase totalmente desconhecido actualmente, gozou de grande prestígio no seu tempo, pelas obras que compôs e pela notoriedade atingida como professor, com Donizetti a ser o seu mais famoso aluno.

Mayr compôs um número incrível de óperas, a rondar as 80, mas poucas são interpretadas hoje em dia. À época foram interpretadas em variadíssimos palcos, de Roma a Londres, passando por Paris e Lisboa. Escreveu igualmente sinfonias, peças de música sagrada e de câmara, que poucas vezes são interpretadas, e mais raramente gravadas.


Internet

Simon Mayr
Guild Music / NationMaster / Answers.com / Naxos / Wikipedia

2 comentários:

  1. fora de tempo... boas festas e um bom 2010.

    ResponderEliminar
  2. Obrigado. Desejo-lhe igualmente um excelente 2010.

    Heitor

    ResponderEliminar