28/03/2010

Maestros #51: Willem Mengelberg (1871-1951)

Um dos primeiros discos que aqui trouxe, no já longínquo mês de Setembro de 2004, ofereceu-nos a Sinfonia Nº2 de Johannes Brahms (1833-1897) interpretada pela Orquestra do Concertgebouw, de Amesterdão, dirigida pelo maestro Willem Mengelberg. Nessa altura prometi que voltaria a este maestro holandês, promessa hoje cumprida, 5 anos e meio depois; mais vale tarde do que nunca...

Mengelberg foi director musical da principal orquestra de Amesterdão durante 50 anos, entre 1895 e 1945, num exemplo pouco habitual de longevidade. E só não se aguentou mais tempo nessa posição porque foi de lá corrido mal a 2ª Grande Guerra terminou, por suspeitas de menor antipatia para com os invasores nazis durante a ocupação da Holanda. Da proibição inicial de voltar a trabalhar no país natal passou-se para uma pena de 6 anos, após recursos interpostos pelos seus advogados, só que Mengelberg, que tinha passado a residir na Suíça, faleceu 2 meses antes da sentença estar cumprida.

Pelo caminho, e de novo de volta às questões musicais, tornou-se amigo e grande intérprete das obras de um dos meus compositores de eleição, Gustav Mahler (1860-1911), e estreou obras de alguns dos mais importantes compositores do século XX, como Paul Hindemith (1895-1935), Béla Bartók (1881-1945), Darius Milhaud (1892-1974) e Ottorino Respighi (1879-1936). A importância do papel que teve no mundo da música atesta-se ainda pelo facto de o compositor Richard Strauss (1864-1949) lhe ter dedicado um dos seus poemas sinfónicos, Ein Heldenleben.

Willem Mengelberg nasceu há 139 anos, no dia 28 de Março de 1871.


CDs




Johannes Brahms
Symphonies - No.2 in D, Op.73; No.4 in E minor, Op.98.
Concertgebouw Orchestra
Willem Mengelberg
Teldec 0927 42662-2

Christoph Willibald Gluck
Alceste - Overture.
Franz Schubert
Rosamunde, D797 - Overture. Symphony No.9 in C major, 'Great', D944.
Concertgebouw Orchestra
Willem Mengelberg
Opus Kura OPK2071
(1935, 1938, 1942)

Luigi Cherubini
Anacreón Overture.
Antonín Dvorák
Cello Concerto in B minor, Op.104.
César Franck
Symphony in D minor.
Paul Tortelier (violoncelo)
French Radio National Orchestra
Willem Mengelberg
Malibran Music CDRG188
(1944)

Hector Berlioz
La Carnaval Romain Overture, Op.9.
Frédéric Chopin
Piano Concerto No.2 in F minor, Op.21.
Pyotr Ilyich Tchaikovsky
Symphony No.6 in B minor, Op.74, 'Pathétique'.
Alfred Cortot (piano)
French Radio National Orchestra
Willem Mengelberg
Malibran Music CDRG189
(1944)


Internet



Willem Mengelberg
Bach Cantatas Website / Discography of Willem Mengelberg / Classical Notes / Naxos / Answers.com / Wikipedia

21/03/2010

CDs #221: Glazunov, Symphony No.6, La Mer

Não sei se se lembram, mas a culpa do fracasso da estreia da Sinfonia Nº1 de Sergei Rachmaninov (1873-1943), em Março de 1897, foi desde logo atribuída ao maestro, o igualmente compositor russo Alexander Glazunov (1865-1936), tendo havido muito boa gente que chegou a suspeitar que ele estivesse com uns copos a mais..., única forma de explicar tão desastrada prestação.

Não custa muito acreditar que Glazunov fosse melhor compositor do que regente, mas sabe-se que não era um maestro tão mau quanto isso; o que também se sabe é que se empenhava mais quando se tratava de interpretar as suas próprias obras. Não nos admiramos, então, quando verificamos que apenas um mês antes do referido espalhanço, tenha estreado com sucesso a sua Sinfonia Nº6; tal como aconteceu com a sinfonia de Rachmaninov, também dessa vez foi Glazunov quem dirigiu a orquestra, só que com resultados bem melhores!

O uruguaio José Serebrier (1938-) é também compositor e maestro, só que, no caso dele, o reconhecimento internacional deve-se principalmente às suas actividades de regência de orquestras. Esta gravação da Sinfonia Nº6 de Glazunov vem reforçar o seu prestígio na interpretação dos grandes compositores russos, contando já na sua discografia, por exemplo, com alguns excelentes discos com obras de Piotr Iliych Tchaikovsky (1840-1893).

Alexander Glazunov faleceu há 74 anos, no dia 21 de Março de 1936.




Alexander Glazunov
Symphony No.6 in C minor, Op.58. La Mer, Op.28.
Introduction and Dance from Salome, Op.90.
Royal Scottish National Orchestra
José Serebrier
Warner Classics 2564 69627-0
(2008)


Internet



Alexander Glazunov
Suite101.com / Classical Composers Database / Answers.com / Wikipedia

18/03/2010

Concertos para Piano #12: Concerto para Piano Nº4, de Sergei Rachmaninov

A primeira vez que por aqui falei do compositor russo Sergei Rachmaninov (1873-1943) foi em Outubro de 2005, e desde essa altura tem sido visita frequente aqui do burgo. O que volta a acontecer hoje, e de novo por causa de um dos seus concertos para piano e orquestra.

Rachmaninov compôs 4 concertos para piano, sendo que o último foi simultaneamente a primeira obra que escreveu depois de se ter mudado para os Estados Unidos, país para onde se tinha mudado em consequência da Revolução Bolchevique de 1917.

Quando foi para o Novo Mundo, teso que nem um virote, a sua maior preocupação era ganhar dinheiro, pelo que optou por se dedicar quase por inteiro à carreira de pianista, esquecendo por uns tempos a regência e a composição. Só em 1926 voltaria então a compor, escrevendo o referido Concerto para Piano Nº4, que seria estreado no dia 18 de Março de 1927, passam hoje 83 anos, com o próprio compositor ao piano e o já nosso conhecido Leopold Stokowski (1882-1977) a dirigir a orquestra (de Filadélfia). Uma dupla de peso...


CDs




Sergei Rachmaninov
Piano Concertos - No.1 in F sharp minor, Op.1; No.3 in C minor, Op.18;
No.3 in D minor, Op.30; No.4 in G minor, Op.40. Rhapsody on a theme of
Paganini, Op.43.
Stephen Hough (piano)
Dallas Symphony Orchestra
Andrew Litton
Hyperion CDA67501/2
(2004)

Sergei Rachmaninov
Piano Concertos - No.1, Op.1; No.2, Op.18; No.3, Op.30; No.4, Op.40.
Rhapsody on a Theme of Paganini, Op.43.
Sviatoslav Richter, Yakov Zak, Lev Oborin (pianos)
USSR State Symphony Orchestra, Kurt Sanderling
Moscow Symphony Orchestra, Kyrill Kondrashin
USSR State Symphony Orchestra, Kyrill Kondrashin
APR APR6005
(1947, 1949, 1952, 1954, 1955)

Sergei Rachmaninov
Piano Concertos - No.1 in F sharp minor, Op.1 (ver. 1917); No.2 in C minor,
Op.18; No.3 in D minor, Op.30; No.4 in G minor, Op.40.
Sergei Rachmaninov (piano)
Living Era AJD2014

Maurice Ravel
Piano Concerto in G.
Sergei Rachmaninov
Piano Concerto No.4 in G minor, Op.40.
Arturo Bendetti Michelangeli (piano)
Philharmonia Orchestra
Ettore Gracis
EMI 5 67238-2


Internet



Sergei Rachmaninov
Rachmaninoff Society / Classical Net / Naxos / The Sergei Rachmaninoff Archives / Classical Music Pages / 8notes.com / Wikipedia

13/03/2010

Maestros #50: Fritz Busch (1890-1951)

Depois de um longo interregno, por absoluta falta de tempo para me dedicar aqui a este canto, estou de volta às lides no desNorte, e procurarei manter um ritmo minimamente regular de colocação de novos textos.

Este regresso fica ainda marcado por um outro regresso, no caso da família Busch; há mais de dois anos, em Janeiro de 2008, trouxe aqui um disco com gravações de um duo que se salientou na primeira metade do século XX, formado pelo pianista Rudolf Serkin (1903-1991) e pelo violinista Adolf Busch (1891-1952). Pois um dos irmãos de Adolf, Fritz Busch, fez igualmente carreira no mundo da música, mas como regente. Fritz nunca alcançou a fama do seu irmão mais novo, mas não deixou de construir uma carreira de prestígio, tendo efectuado gravações de excelente nível, de que listo algumas mais abaixo. Distinguiu-se principalmente na interpretação das obras dos compositores do período clássico, e são essas que aparecem em maioria nestas gravações. Chamo a atenção em particular para um dos discos, pelo facto de juntar os dois irmãos Busch.

Fritz Busch nasceu há 120 anos, no dia 13 de Março de 1890.


CDs




Giuseppe Verdi
Otello.
Licia Albanese (soprano), Martha Lipton (meio-soprano), Ramon Vinay,
John Garris, Robert Hayward (tenores), Leonard Warren (barítono),
Nicola Moscona, Clifford Harvout, Philip Cinsman (baixos)
New York Metropolitan Opera Chorus & Orchestra
Fritz Busch
Preiser 90377
(1948)

Wolfgang Amadeus Mozart
Don Giovanni.
John Brownlee, Roy Henderson (barítonos), Ina Souez, Luise Helletsgruber,
Audrey Mildmay (sopranos), Koloman von Pataky (tenor), Salvatore Baccaloni,
David Franklin (baixos)
Glyndebourne Festival Chorus
Glyndebourne Festival Orchestra
Fritz Busch
Naxos Historical 8.110135-7
(1936)

Great Conductors of the 20th Century - Fritz Busch
Danish State Radio Symphony Orchestra
London Philharmonic Orchestra
Fritz Busch
EMI 5 75103-2

Adolf Busch Plays Bach and Beethoven
Johann Sebastian Bach
Violin Concerto in A minor, BWV1041.
Ludwig van Beethoven
Violin Concerto in D major, Op.61. Romances - No.1 in G major, Op.40;
No.2 in F major, Op.50.
Adolf Busch (violino)
Busch Chamber Players
New York Philharmonic Symphony Orchestra
Fritz Busch
Music & Arts CD1183
(1942, 1943)


Internet



Fritz Busch
Answers.com / Naxos / Guild Music / Wikipedia