22/08/2010

CDs #222: Debussy, Nelson Freire

O Concurso Internacional de Música Vianna da Motta foi criado ainda no tempo do Estado Novo, em 1957. Nasceu como concurso de piano, embora nalgumas das edições (1973, 1991) tenha tido também competição de violino. No seu júri participaram dos mais relevantes nomes do mundo da música, alguns dos quais já passaram por estas páginas (Nadia Boulanger, Arturo Benedetti Michelangeli, Friedrich Gulda, Federico Mompou, Henryk Szeryng). A lista dos competidores premiados é menos imponente realçando, contudo, Artur Pizarro (vencedor da edição de 1987), Emanuel Ax (terceiro classificado em 1971) e Nelson Freire (primeiro classificado em 1964).

O brasileiro Nelson Freire (1944-) é um dos grandes pianistas da actualidade (não sou só eu que o digo, por isso podem ficar descansados...), tendo aparecido frequentemente em palco com outro dos meus monstros sagrados do piano, a pianista argentina Martha Argerich (1941-). No disco que aqui trago hoje aparece sozinho, interpretando algumas obras para piano do compositor francês Claude Debussy (1862-1918).

Talvez não se lembrem, mas a primeira vez que aqui falei deste compositor foi em Agosto de 2005, tendo na altura referido que a cor predominante nas nossas florestas era o negro. Cinco anos depois a conclusão só pode ser uma: não aprendemos nada entretanto.

Claude Debussy nasceu há 148 anos, no dia 22 de Agosto de 1862.




Claude Debussy
Préludes - Livre I. D'un cahier d'esquisses. Children's Corner.
Clair de Lune.
Nelson Freire (piano)
Decca 478 1111
(2008)


Internet



Nelson Freire
Official Site / Decca Classics / PQP Bach / Bach Cantatas Website / Wikipedia

Claude Debussy
Naxos / Answers.com / Classical Archives / Classical Net / Claude Debussy's Pianistic Vision / Suite101.com / Wikipedia

16/08/2010

Lugares #193

Este ano não houve férias para ninguém, o que implicou, nomeadamente, que apenas pudéssemos acompanhar a Volta a Portugal aos fins-de-semana. Fomos à Senhora da Graça onde, para conseguirmos assistir ao final da 4ª etapa, tivemos que percorrer os últimos 7 km a pé (façanha de que nos gabamos sempre que temos oportunidade...) e, no passado Sábado, não perdemos o contra-relógio entre Pedrógão e Leiria (onde foram tiradas as imagens abaixo reproduzidas). Pelo meio, ainda travámos conhecimento com alguns dos nossos ídolos do passado e do presente (Marco Chagas, Delmino Pereira, Joaquim Gomes, Cândido Barbosa), o que só fez aumentar a nossa paixão pelo ciclismo.

07/08/2010

Lugares #192

Andamos muito ocupados por estes dias, com actividades que nos tomam o tempo todo e atiram para segundo planos todas as outras. Embora a Viagem Medieval só amanhã chegue ao seu fim, para nós esta distracção acaba hoje, pois para amanhã temos outros planos, que nos levarão de Barcelos à Senhora da Graça.

Sem hipóteses de nos dedicarmos devidamente a uma das nossas actividades favoritas, optámos pela solução mais fácil: observar o esforço dos outros... E é assim que, através do amável convite de uma uma empresa que connosco colabora e que é, simultaneamente, uma das patrocinadoras da Volta a Portugal deste ano, vamos ter a oportunidade de assistir numa situação privilegiada à etapa de amanhã. Depois relataremos.