26/05/2013

Pianistas #36: Vlado Perlemuter (1904-2002)

Na sua página pessoal na internet, o pianista anglo-australiano Stephen Hough (1961-) escreve um (longo) texto sobre o igualmente pianista Vlado Perlemuter, a propósito da sua (de Hough...) participação numa masterclass de Perlemuter. Descreve, em particular, a sua admiração pela modéstia do grande pianista francês (nascido na Lituânia), alguém que "tinha estudado com Alfred Cortot, e que tinha estado no centro de um tempo particularmente rico da vida pianística parisiense". Além de ter estudado com Moritz Moszkowski (1854-1925) e Alfred Cortot (1877-1962), Perlemuter conheceu pessoalmente Gabriel Fauré (1845-1924) e Maurice Ravel (1875-1937), vindo mesmo a tornar-se num dos grandes intérpretes deste último. Um dos poucos compositores seus contemporâneos que tocou, tendo-se dedicado essencialmente a tocar obras de compositores dos períodos clássico e romântico.

O primeiro disco abaixo listado é precioso, por colocar lado-a-lado professor (Cortot) e aluno (Perlemuter), em gravações efectuadas entre 1939 e 1954.

Vlado Perlemuter nasceu há 109 anos, no dia 26 de Maio de 1904.


CDs


Ludiwg van Beethoven
Piano Concerto No.1 in C, Op.15.
Maurice Ravel
Trio for Piano, Violin and Cello in A minor.
Franz Liszt
Two Legends.
Alfred Cortot, Vlado Perlemuter (pianos), Jeanne Gautier (violino),
André Lévy (violoncelo)
Lausanne Chamber Orchestra
Victor Desarzens
Tahra TAH610
(1947, 1954, 1939)

Wolfgang Amadeus Mozart
The 18 Piano Sonatas. Fantasia in C minor, K475.
Vlado Perlemuter (piano)
Musical Concepts MC141
(1956)


Internet



Vlado Perlemuter

11/05/2013

Compositores #109: Joseph Marx (1882-1964)

Ambos partilham o apelido Marx, a mesma língua, e os estudos na área da filosofia; mas se o alemão Karl (1818-1883) ficou famoso pelas suas análises da relação entre o trabalho e o capital, já o austríaco Joseph (1882-1964) dedicou-se às coisas da música, pelo que hoje em dia raros são aqueles que dele já ouviram falar. Não será seguramente por o trazer aqui neste momento que a situação irá sofrer qualquer alteração mas, por outro lado, tal nunca poderá ser motivo que determine o seu afastamento destas páginas.

Não fosse a nossa linha editorial dar preferência às artes musicais e, dado o momento que o país atravessa, não sei se resistiríamos a discursar sobre as tais relações entre os (poucos) privilegiados do capital e os menos privilegiados trabalhadores (embora, talvez, os novos privilegiados, por serem cada vez em menor número). Tal não acontecerá, contudo, não só por fazermos questão de seguirmos as regras da casa (que nós próprios criámos...), como cometeríamos mais uma injustiça para com o compositor Joseph Marx.

A editora Chandos, honra lhe seja feita, foi aquela que até hoje melhor trabalho fez na divulgação das suas obras, em particular com dois CDs que lançou há uns anos, um dedicado à sua música vocal (género em que Marx mais se distinguiu) e outro à instrumental. Uma excelente introdução à obra deste compositor.

Joseph Marx nasceu há 131 anos, no dia 11 de Maio de 1882.


CDs



Joseph Marx
Six Pieces for Piano. Herbst-Legende (Adagio). Carneval (Nachstück).
Canzone. Die Flur der Engel.
Tonya Lemoh (piano)
Chandos CHAN10479
(2006)

Joseph Marx
Herbstchor an Pan. Barkarole. Zigeuner. Der bescheidene Schäfer. Selige Nacht.
Sommerlied. Marienlied. Maienblüten. Waldseligkeit.
Und gestern hat er mit Rosen gebracht. Piemontesisches Volkslied. Ständchen.
Hat dich die Liebe berührt. Morgengesang. Berghymne. Ein Neujahrshymnus.
Elizabeth Roberts, Christine Brewer (sopranos), Vernon Kirk (tenor),
Graham Titus (baixo), Susan Monks (violoncelo),
Trinity Boys Choir
Apollo Voices
BBC Symphony Chorus
BBC Symphony Orchestra
Jiri Belohlavek
Chandos CHAN10505
(2008)

Joseph Marx
Romantisches Klavierkonzert in E major.
Erich Korngold
Concerto for Piano (Left Hand) and Orchestra in C sharp, Op.17.
Marc-André Hamelin (piano)
BBC Scottish Symphony Orchestra
Osmo Vänskä
Hyperion CDA66990
(1997)


Internet





Joseph Marx
Joseph Marx Society / Joseph Marx / Wikipedia