01/06/2014

Maestros #61: Edo de Waart (1941-)

Bernard Haitink (1929-) foi o maestro principal da Royal Concertgebouw Orchestra durante mais de 20 anos, entre o início da década de 1960 e o final da de 1980. Foi quase logo no início desse reinado que Haitink teve como maestro assistente o igualmente holandês Edo de Waart que, desde então, e passando o exagero, já conheceu quase tantas orquestras como mulheres (vai no 6º casamento...), e em diversos continentes (refiro-me às orquestras...), com particular destaque para o americano, tendo sido, ou sendo ainda, o maestro principal de algumas das mais importante orquestras dos Estados Unidos:


No vídeo que abaixo incluo Edo de Waart, que hoje celebra o 73º aniversário, aparece a dirigir a Orquestra Filarmónica da Rádio da Holanda (que, curiosamente, tem na actualidade como patrono Bernard Haitink), numa obra, no caso o Concerto para Piano Nº2, de um dos compositores em que mais se tem distinguido, Johannes Brahms (1833-1897).


CDs



Michael Torke
Book of Proverbs. Four Proverbs.
Valdine Anderson, Catherine Bott (sopranos), Kurt Ollmann (barítono)
Netherlands Radio Philharmonic Orchestra Chorus
Netherlands Radio Philharmonic Orchestra
Edo de Waart
Decca 466 721-2
(1993, 1996)

Johannes Brahms
Piano Concerto No.1 in D minor, Op.15. Piano Pieces - Op.117; Op.118; Op.119.
Piano Sonata No.3 in F minor, Op.5. Two Rhapsodies, Op.79. Theme and Variations.
Radu Lupu (piano)
London Philharmonic Orchestra
Edo de Waart
Decca 475 7070


Internet



Edo de Waart
Milwaukee Symphony Orchestra / allmusic / Urban Milwaukee / Wikipedia

Sem comentários:

Enviar um comentário