13/09/2014

Quintetos de Sopros #1: Quinteto de Sopros, Op.26, de Schoenberg

O 50º aniversário do compositor austríaco Arnold Schoenberg (1874-1951) ficou marcado pela estreia de uma obra para flauta, oboé, clarinete, trompa e fagote, o Quinteto de Sopros, Op.26. Temos então, neste dia, uma dupla celebração: os 140 anos passados sobre o nascimento do compositor, e os 90 anos da estreia desta obra.

Que, apesar de estruturada de uma forma clássica (com 4 andamentos, mais ou menos tradicionais), resulta da aplicação do método de composição desenvolvido por Schoenberg, com os doze sons. Foi escrito numa altura (entre Abril e Julho de 1923) em que ainda tinha algumas incertezas quanto à viabilidade e sucesso deste seu novo método; foi, na realidade, a segunda obra que escreveu utilizando as 12 notas, e a primeira em larga escala e com vários andamentos que compôs em 15 anos.


CD


Arnold Schoenberg
Chamber Symphony No.2, Op.38. Wind Quintet, Op.26. Die glückliche Hand, Op.18.
Mark Beesley (baixo), Simon Joly Chorale, New York Woodwind Quintet
Philharmonia Orchestra
Robert Craft
Naxos 8.557526
(2000, 2004)


Internet




Arnold Schoenberg

Sem comentários:

Enviar um comentário