26/01/2014

Violoncelistas #13: Jacqueline du Pré (1945-1987)

O dia 26 de Janeiro é um dia particularmente rico no que à música diz respeito, com a celebração, por exemplo, da estreia de várias óperas importantes (de Handel, Mozart, Offenbach e Richard Strauss, para nomear apenas alguns).

Foi também neste dia, no ano de 1945, que nasceu a violoncelista inglesa Jacqueline du Pré, de quem já anteriormente aqui falei. A trágica história dela é sobejamente conhecida, com o diagnóstico de esclerose múltipla que lhe foi feito em 1973, doença de cujos sintomas começou a sofrer em 1971, e que a forçou a abandonar a carreira musical quando contava apenas 28 anos. Teve mesmo assim tempo de construir uma das mais fabulosas carreiras no mundo da música, e deixar-nos um conjunto de gravações de absoluta referência, em particular a do Concerto para Violoncelo de Edward Elgar (1857-1934), que efectuou em 1965 com a Orquestra Sinfónica de Londres sob a direcção de John Barbirolli (1899-1970).

O vídeo que mostro a seguir, onde du Pré interpreta precisamente esta obra, tem a curiosidade adicional de ter à frente da orquestra Daniel Barenboim (1942-), com quem casou em 1967. O mesmo Barenboim que este ano dirigiu a Orquestra Filarmónica de Viena no famoso Concerto de Ano Novo.

Desta vez não há aqui nenhuma lista de discos, apenas o vídeo do concerto. Disfrutem.


20/01/2014

Maestros #60: Claudio Abbado (1933-2014)


Hoje foi um dia particularmente triste, com a notícia do falecimento do grande maestro italiano Claudio Abbado. A minha admiração por ele já por aqui foi expressa várias vezes, a última das quais há cerca de um ano e meio, a propósito de um CD do tenor alemão Jonas Kaufmann (1969-), no qual Abbado aparece a dirigir uma orquestra que ele próprio ajudou a fundar em 1997, a Mahler Chamber Orchestra.


Internet



Claudio Abbado
PúblicoRTP / TSF / Expresso / Euronews / Berliner Philharmoniker / Mahler Chamber Orchestra

19/01/2014

Sinfonias #47: Sinfonia Nº38, de Wolfgang Amadeus Mozart

Ao contrário do que se possa pensar, houve uma época, em particular na segunda metade da década de 1780, em que as óperas do compositor austríaco Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) eram mais apreciadas fora de portas do que propriamente em Viena. Foi o caso, por exemplo, de Le nozze di Figaro, retirada de cena após 8 récitas apenas. Não admira, assim, que em Janeiro de 1787 o nosso compositor e respectiva esposa tenham dado um salto a Praga, onde o público era bem mais receptivo às suas obras.

Para essa primeira viagem a Praga, Mozart levou na bagagem uma nova sinfonia, que tinha terminado na primeira semana de Dezembro do ano anterior (1786). A Sinfonia Nº38, K504, por via da cidade onde foi estreada, ficou irremediavelmente conhecida como "Sinfonia Praga", sendo que passam hoje 227 anos sobre a sua estreia, ocorrida a 19 de Janeiro de 1787.


CDs






Wolfgang Amadeus Mozart
Symphonies - No.38 in D, "Prague", K504; No.39 in E flat, K543.
The English Concert
Trevor Pinnock
Archiv Produktion 449 142-2

Wolfgang Amadeus Mozart
Symphonies - No.29 in A, K201/K186a; No.35 in D, 'Haffner', K385;
No.38 in D, 'Prague', K504.
Royal Philharmonic Orchestra
Thomas Beecham
BBC Legends BBCL4027-2

Wolfgang Amadeus Mozart
Symphony No.38 in D, 'Prague', K504. Piano Concerto No.25 in C, K503.
Ch'io mi scordi di te… Non temer, amato bene, K505.
Bernarda Fink (meio-soprano), Christian Zacharias (piano)
Lausanne Chamber Orchestra
Christian Zacharias
Dabringhaus und Grimm MDG340 0967-2

Wolfgang Amadeus Mozart
Symphonies - No.36 in C, 'Linz', K425; No.38 in D, 'Prague', K504;
No.40 in G minor, K550; No.41 in C, 'Jupiter', K551.
English Chamber Orchestra
Jeffrey Tate
EMI Double Forte CZS5 74185-2

Wolfgang Amadeus Mozart
Symphonies - No.36 in C, K425, 'Linz'; No.38 in D, K504, 'Prague'; No.39 in E flat, K543.
Gürzenich Orchestra of Cologne
Günter Wand
Testament SBT1305

Wolfgang Amadeus Mozart
Symphonies 38-41.
Scottish Chamber Orchestra
Charles Mackerras
Linn Records CKD308

Wolfgang Amadeus Mozart
Symphonies - No.29 in A major, K201/186a; No.33, K319; No.35, 'Haffner', K385;
No.38, 'Prague', K504; No.41, 'Jupiter', K551.
Orchestra Mozart
Claudio Abbado
Archiv Produktion 477 7598

Wolfgang Amadeus Mozart
Symphony No. 38 in D major, 'Prague', K504. Flute Concerto No. 2 in D major, K314.
Exsultate, jubilate, K165. Serenade, K361.
Leopold Mozart
Trumpet Concerto in D major.
André Pepin (flauta), Janine Micheau (soprano), Michel Cuvit (trompete)
Suisse Romande Orchestra
Paris Conservatoire Orchestra
Ernest Ansermet
Decca Eloquence 480 0379

Robert Schumann
Manfred - Overture.
Wolfgang Amadeus Mozart
Symphony No.38, 'Prague', K504.
Ludwig van Beethoven
Symphony No.3, 'Eroica'.
Berlin Philharmonic Orchestra
Carl Schuricht
Testament SBT21403

Sir Thomas Beecham in Toronto
CBC Symphony Orchestra
Toronto Symphony Orchestra
Thomas Beecham
Music & Arts CD1255
(1958-1960)

Bruno Walter - The Edition
Columbia Symphony Orchestra
New York Philharmonic Orchestra
Bruno Walter
Sony Classical 88765 48952-2

Otto Klemperer: RIAS Recordings, Berlin, 1950-1958
RIAS Symphony Orchestra
Otto Klemperer
Audite AUDITE21.408


Internet



Wolfgang Amadeus Mozart
the Mozart Project / Classical Archives / allmusic / Naxos / ArkivMusic / Wikipedia

05/01/2014

Obras Vocais #11: Cantata, BWV58, de Johann Sebastian Bach

As cantatas, género musical originário de Itália, tiveram o seu apogeu na Alemanha, onde ocuparam um lugar de enorme relevância durante os séculos XVII e XVIII, graças principalmente a um dos maiores nomes da história da música, Johann Sebastian Bach (1685-1750).

Bach compôs cerca de 250 cantatas, sendo que a 58ª (BWV58) foi escrita para o dia 5 de Janeiro de 1727, passando hoje, portanto, 287 anos sobre a sua estreia.

As primeiras linhas do texto (aqui exibidas numa tradução para inglês do original em alemão), de autor anónimo, soam quase como que premonitórias, considerando os tempos que se vivem (?!) em Portugal:

Ah God, how much heartbreak
Just patience, patience, my heart,
Do I encounter at this time!
It is an evil time!
The narrow way is full of tribulation
Yet the way of eternal Salvation
By which I must travel to heaven.
Leads to joy after pain;
Just patience, patience, my heart;
It is an evil time!


SACD



Johann Sebastian Bach
Cantatas, Volume 38
Falsche Welt, dir trau ich nicht, BWV52; Ich armer Mensch, ich Sündenknecht, BWV55;
Ach Gott, wie manches Herzeleid, BWV58; Ich habe genung, BWV82.
Carolyn Sampson (soprano), Gerd Türk (tenor), Peter Kooij (baixo)
Bach Collegium Japan
Masaaki Suzuki
BIS BIS-SACD1631
(2006)


Internet



Johann Sebastian Bach
The J. S. Bach Home Page / allmusic / Baroque Music / Classical Net / Naxos / Wikipedia

Cantata, BWV58
The J. S. Bach Home Page