19/02/2014

Tenores #10: Vittorio Grigolo (1977-)

Peter Pears (1910-1986) foi o último tenor que por aqui passou, já lá vão bem mais de 5 anos. Interrompo hoje tão prolongada ausência, aproveitando o facto de um outro tenor, o italiano Vittorio Grigolo, celebrar hoje o seu 37º aniversário (nasceu no dia 19 de Fevereiro de 1977).

Esquecendo a marmelada que lançou em 2006, o disco que realmente conta para o seu prestígio como cantor lírico foi o que editou em 2010, intitulado "The Italian Tenor", e que passou por ser um dos melhores desse ano. Neste disco interpreta áreas de óperas de 3 distintos compositores, a saber: Giuseppe Verdi (1813-1901), Gaetano Donizetti (1797-1848) e Giacomo Puccini (1858-1924), sendo que no vídeo mais abaixo aparece precisamente a cantar uma área deste último (da ópera Tosca).

P. S. Não foi fácil encontrar uma fotografia do homem em que não se parecesse com um tal de "Vittorio Gigolo"...


CD



'The Italian Tenor'
Vittorio Grigolo (tenor)
Teatro Regio di Parma Orchestra
Pier Giorgio Morandi
Sony Classical 88697-72384-2


Internet



Vittorio Grigolo
Official Website / Wikipedia



08/02/2014

Concertos para Piano #15: Concerto para Piano Nº3, de Béla Bartók

Já sabemos (ver aqui) que o Concerto para Piano Nº1 do compositor húngaro Béla Bartók (1881-1945) esteve longe de ter sido bem recebido pelo público, e nem o facto da estreia (em Julho de 1927) ter contado com o maestro Wilhelm Furtwängler (1886-1954) ajudou a ultrapassar a indiferença generalizada. Talvez por isso o seu segundo concerto, composto no início da década de 1930, já tenha sido bem mais acessível, com o público a reagir de imediato mais favoravelmente.

O seu terceiro e último concerto para piano foi escrito quando já se encontrava nos Estados Unidos, para onde se tinha mudado em consequência do estalar da 2ª Guerra Mundial. Não dá oportunidades para grandes demonstrações de virtuosismo por parte do solista, assim como não faz muito uso de melodias tradicionais do seu país. O que perdeu nisso ganhou em melodia, o que facilitou a sua aceitação geral.

O período em que o escreveu (meados da década de 1940) não foi um período feliz na vida de Bartók, longe disso, tendo apenas escrito duas obras completas, sendo que este concerto não foi uma delas: foi terminado pelo seu amigo Tibor Serly (1901-1978) e estreado no dia 8 de Fevereiro de 1946, passam hoje 68 anos. Na ocasião, o pianista de serviço foi um outro amigo seu, o igualmente húngaro György Sándor (1912-2005), com o maestro Eugene Ormandy (1899-1985) a dirigir a Orquestra de Filadélfia.


CDs


Sergei Prokofiev
Piano Concertos - No.1 in D flat, Op.10; No.3 in C, Op.26.
Béla Bartók
Piano Concerto No.3 in E major, Sz119.
Martha Argerich (piano)
Montreal Symphony Orchestra
Charles Dutoit
EMI 5 56654-2
(1997)

Béla Bartók
Piano Concerto No.3 in E major, Sz119. For Children, Sz42 - Allegretto; Andante;
Allegro scherzando; Molto vivace.
Franz Liszt
Au bord d'une source, S160 No.4. Concert Studies, S144 - No.2, La leggierezza;
No.3, Un sospiro; S145 - No.1, Waldesrauschen.
Louis Kentner (piano)
BBC Symphony Orchestra
Adrian Boult
Pearl GEM0148
(1937-49)

Béla Bartók
Piano Concertos - No.1, Sz83; No.2, Sz95; No.3, Sz119.
Peter Donohoe (piano)
City of Birmingham Symphony Orchestra
Simon Rattle
EMI 7 54871-2

Béla Bartók
Piano Concertos - No.1, Sz83; No.2, Sz95; No.3, Sz119.
Jean-Efflam Bavouzet (piano)
BBC Philharmonic Orchestra
Gianandrea Noseda
Chandos CHAN10610
(2009, 2010)

Johann Sebastian Bach
Piano Concerto in D minor, BWV1052 (arr. Busoni).
Franz Liszt
Piano Concerto No.1 in E flat, S124.
Béla Bartók
Piano Concerto No.3, Sz119.
Dinu Lipatti (piano)
Royal Concertgebouw Orchestra, Eduard van Beinum
Orchestra de la Suisse Romande, Ernest Ansermet
South West German Radio Symphony Orchestra, Paul Sacher
EMI Références 5 67572-2


Internet



Béla Bartók


02/02/2014

Obras Vocais #12: Three Songs, Op.10, de Samuel Barber

Romancista e poeta, James Joyce (1882-1941) foi um dos mais importantes escritores da primeira metade do século passado, com uma obra em particular, o romance Ulysses, a suscitar as reacções mais apaixonadas. Apesar de editada (embora a prestações) primeiro nos Estados Unidos (no jornal The Little Review), a sua edição chegou a estar proibida nesse país, o que lhe permitiu permanecer durante vários anos na lista dos produtos mais contrabandeados...

Em Maio de 1907 o editor inglês Charles Elkin Mathews (1851-1921) publicou uma série de (36) poemas de James Joyce sob o nome de Chamber Music. O compositor norte-americano Samuel Barber (1910-1981) foi um felizes vencedores do Prix de Rome, no caso dele em 1935, prémio instituído em França em 1663 e tão conhecido pelos compositores que distinguiu como por aqueles que deixou de fora (sendo o caso mais notório o de Maurice Ravel). Pois no caso de Barber o facto de o ter ganho permitiu-lhe passar dois anos a estudar na Academia Americana de Roma, período durante o qual acabou por escrever várias canções, entre as quais três ("Rain Has Fallen", "Sleep Now" e "I Hear an Army") a partir de poemas de Joyce, retirados precisamente de Chamber Music.

Reproduzo aqui o primeiro deles, adequado aos tempos que correm:

Rain Has Fallen All the Day

Rain has fallen all the day.
O come among the laden trees:
The leaves lie thick upon the way
Of mem'ries.

Staying a little by the way
Of mem'ries shall we depart.
Come, my beloved, where I may
Speak to your heart. 


James Joyce nasceu há 132 anos, no dia 2 de Fevereiro de 1882.


CDs



Samuel Barber
The Complete Songs.
Three Songs, Op.2. Three Songs, Op.10. Four Songs, Op.13. Dover Beach, Op.3.
Two Songs, Op.18. Nuvoletta, Op.25.
Cheryl Studer (soprano), Thomas Hampson (barítono), John Browning (piano)
Emerson String Quartet
Deutsche Grammophon 459 5062

Songs by Samuel Barber
Dover Beach, Op.3. Hermit Songs, Op.29. Mélodies passagères, Op.27.
Three Songs, Op.2. Three Songs, Op.10. Four Songs, Op.13.
Gerald Finley (bar), Julius Drake (piano)
Hyperion CDA67528
(2005, 2007)


Internet



James Joyce
Zurich James Joyce Foundation / biography.com / The Literature Network / Song of America / Bloomsday / Wikipedia

Samuel Barber
allmusic / Classical Archives / Classical Net / Naxos / Song of America / Wikipedia