23/05/2015

CDs #237: Kempff Plays Mozart, Volume 1

O reconhecimento público do pianista alemão Wilhelm Kempff (1895-1991) chegou bem cedo, na segunda metade da década de 1910, tinha ele cerca de 20 anos. Por essa altura já ele aparecia regularmente com uma das mais conceituadas orquestras, a Filarmónica de Berlim. Curiosamente, e apesar de inúmeras apresentações fora de portas (América do Sul, Ásia, algumas zonas da Europa), apenas pôs os pés pela primeira vez em Inglaterra (Londres) em 1951 e nos Estados Unidos (Nova Iorque) em 1964, a alguns meses de celebrar o seu 70º aniversário!

Algo de comum aos (grandes) pianistas alemães, construiu o seu repertório à volta dos compositores germânicos e austríacos dos períodos clássico e romântico, tendo-se destacado particularmente em Ludwig van Beethoven (1770-1827), Johannes Brahms (1833-1897), Franz Schubert (1797-1828) e Robert Schumann (1810-1856). A esta lista deveremos acrescentar Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791), como fica amplamente demonstrado nas interpretações que constam do disco duplo aqui hoje trazido, no dia em que se assinalam os 24 anos passados sobre a morte de Kempff.




Wolfgang Amadeus Mozart
Piano Concertos - No.8 in C major, 'Lützow', K246; No.21 in C major, K467;
No.22 in E flat major, K488; No.23 in A major, K488; No.24 in C minor, K491.
Wilhelm Kempff (piano)
Bamberger Symphoniker, Ferdinand Leitner
Berliner Philharmoniker, Ferdinand Leitner
Symphonieorchester des Bayerischen Rundfunks, Bernard Klee
Deutsche Grammophon Eloquence 480 6645
(1960, 1962, 1977)


Internet



Wilhelm Kempff
Bach Cantatas Website / allmusic / The New York Times / Wikipedia

02/05/2015

Obras Orquestrais #27: Lachian Dances, de Leos Janácek

Até meados da década de 1890 o compositor checo Leoš Janáček (1854-1928) dedicou muito do seu tempo ao estudo da música tradicional da sua região, a Morávia. As suas obras viriam a reflectir amplamente os resultados dessa pesquisa, sendo as Lachian Dances um dos bons exemplos de tal influência.

Datando a sua publicação de 1928, o ano da morte de Janáček, elas foram inicialmente compostas entre os finais da década de 1880 e os inícios da seguinte, precisamente na época em que ele procedia à pesquisa e recolha do folclore da sua região natal.

A 11 de Janeiro de 1889 chegou a haver uma interpretação pública da primeira versão da obra; em 1925, contudo, Janáček voltaria a pegar nela, resultando das alterações introduzidas a sua versão final. Esta teria a sua estreia no dia 2 de Maio de 1925 (passam hoje 90 anos), apenas 3 anos e pouco antes do falecimento do compositor.


CD



Leoš Janáček
Taras Bulba. Lachian Dances. Moravian Dances.
Warsaw Philharmonic Orchestra
Antoni Wit
Naxos 8.572695
(2010, 2011)


Internet



Leoš Janáček
Leoš Janáček / allmusic / Naxos / Wikipedia