12/03/2017

Obras Orquestrais #31: Cello Symphony, de Benjamin Britten

Quando falamos do compositor inglês Benjamin Britten (1913-1976) e do violoncelo é quase inevitável que falemos também de Mstislav Rostropovich (1927-2007), visto que lhe foi dedicada a maioria das obras que Britten compôs para esse instrumento. A primeira obra que Britten escreveu para Rostropovich foi uma Sonata para Violoncelo, corria o ano de 1961; a obra seria estreada em Julho desse mesmo ano pelo dedicatário, no decorrer do Festival de Aldeburgh.


Em 1963 chegou a vez de escrever uma Sinfonia para Violoncelo e Orquestra, de novo com Rostropovich como destinatário. Curioso o nome que deu à obra, chamar Sinfonia a algo que normalmente se designaria por Concerto para Violoncelo e Orquestra, mas lá terá tido as suas razões (pensa-se que tal estará relacionado com o facto de o violoncelo aparecer frequentemente misturado com os restantes instrumentos da orquestras, aparecendo menos vezes a brilhar a solo do que aquilo que seria expectável num concerto para violoncelo).

A estreia da Cello Symphony teve lugar no dia 12 de Março de 1964, passam hoje 53 anos.


CD



Benjamin Britten
Symphony for Cello and Orchestra, Op.68.
William Walton
Concerto for Cello and Orchestra.
Julian Lloyd Webber (violoncelo)
Academy of St Martin in the Fields
Neville Marriner
Philips 454 442-2


Internet



Benjamin Britten
Britten-Pears Foundation / Boosey & Hawkes / Wikipedia

Sem comentários:

Enviar um comentário