27/05/2019

Obras Vocais #20: Sinfonia, de Luciano Berio

O compositor italiano Luciano Berio (1925-2003) passou nos Estados Unidos uma boa parte das décadas de 1950 e 1960, como aluno, primeiro, e como compositor e professor, mais tarde.

Sinfonia , para orquestra e 8 vozes, foi uma das obras que ajudou a cimentar a sua reputação como compositor experimental. Resultou de uma encomenda da Orquestra Filarmónica de Nova Iorque para assinalar o seu 125º aniversário. A estreia desta sinfonia pós-moderna ocorreu a 10 de Outubro de 1968, com o grupo Swingle Singers a tratar da parte vocal e o próprio compositor na direção.

Na altura da estreia a obra tinha 4 andamentos, tendo vindo a ganhar um quinto posteriormente. A Filarmónica de Nova Iorque iria interpretar pela primeira vez esta versão com 5 andamentos no dia 8 de Outubro de 1970, tendo sido nessa ocasião dirigida pelo dedicatário da obra, Leonard Bernstein (1918-1990).

Luciano Berio faleceu há 16 anos , no dia 27 de Maio de 2003.


CD



Luciano Berio
Sinfonia. Ekphrasis.
London Voices
National Orchestra of Sweden
Gothenburg Symphony Orchestra
Peter Eötvös
Deutsche Grammophon 477 5380


YouTube



Luciano Berio
Centro Studi Luciano Berio / A Conversation with Bruce Duffie / Wikipedia

19/05/2019

Clarinetistas #4: Fiona Cross (1966-)


Joseph Horovitz (1926-) é um compositor (e maestro) britânico, nascido em Viena mas residente em Inglaterra desde muito novo, com a família a mudar-se para aquele país em 1938 para fugir dos nazis. Foi mais um dos alunos que passou pelas aulas de Nadia Boulanger (1877-1979) que, como professora, foi das personalidades que mais marcaram a música do século passado.

O conjunto de obras de Horovitz não é muito extenso, chegando, no caso das obras orquestrais, os dedos das duas mãos para as contar. Uma delas é um Concerto para Clarinete, escrito em 1956 e que aqui aparece interpretado pela nossa aniversariante de hoje, a clarinetista Fiona Cross, nascida neste dia 20 de Maio mas do ano de graça de 1966.


CD



Joseph Horovitz
Four Concertos
Clarinet Concerto. Concerto for Euphonium and Chamber Orchestra.
Violin Concerto. Jazz Concerto for Piano, String and Percussion.
Fiona Cross (clarinete), Steven Mead (euphonium),
Andrew Haveron (violino), David Owen Norris (piano)
Royal Ballet Sinfonia
Joseph Horovitz
Dutton Digital Epoch CDLX7188


Fiona Cross
Manchester Camerata / Trinity Laban Conservatoire of Music and Dance / Adderbury Ensemble

12/05/2019

Grupos #1: The Sixteen

The Sixteen é um grupo inglês, constituído por um coro e uma orquestra, formado em 1979 pelo maestro, também inglês, Harry Christophers (1953-), grupo este que se foi afirmando como um dos melhores em atividade, e que hoje está de parabéns, pois celebra o seu 40º aniversário.

Ao longo destes anos o grupo tem gravado imensos discos, com obras que vão do período Tudor (finais do século XV até ao início do século XVII, em Inglaterra e na Escócia) até à atualidade, tendo já interpretado e mesmo estreado muitas obras de compositores contemporâneos. Hoje, e para não gastar o tema de uma só vez, vamos espreitar para ver o que andaram a fazer com George Frideric Handel (1685-1759)...


CDs



George Frideric Handel
Messiah
Carolyn Sampson (soprano), Catherine Wyn-Rogers (meio-soprano),
Mark Padmore (tenor), Christopher Purves (baixo)
The Sixteen
Harry Christophers
Coro COR16062

George Frideric Handel
Coronation Anthems
My heart is inditing, HWV261. Zadok the Priest, HWV258.
The King shall rejoice, HWV260.
The Sixteen
Harry Christophers
Coro COR16066

George Frideric Handel
Saul
Elizabeth Atherton, Joélle Harvey (sopranos), Sarah Connolly (meio-soprano),
Jeremy Budd, Mark Dobell, Robert Murray, Tom Raskin (tenores),
B. Davies, E. Dougan, C. Purves, S. Young (baixos)
The Sixteen
Harry Christophers
Coro COR16103


YouTube




The Sixteen
The Sixteen / BBC Music / Wikipedia

05/05/2019

Pianistas #62: Cyprien Katsaris (1951-)

Pianista que brilha a interpretar as obras do compositor húngaro Franz Liszt (1811-1886) só pode ser um grande pianista, e é exatamente esse o caso do cipriota (nascido em França) Cyprien Katsaris, que hoje celebra o seu 68º aniversário.

Dá a ideia, aliás, que Katsaris estava condenado a entender-se com Liszt: uma professora sua no Conservatório de Paris, Monique de la Bruchollerie (1915-1972), tinha sido aluna de Emil von Sauer (1862-1942) que, por sua vez, tinha sido aluno de Liszt; e na primeira vez que pisou um palco em público, em Paris no dia 8 de Maio de 1966, tocou a Rapsódia Húngara de... Liszt. Katsaris foi ainda o primeira pianista a gravar a integral das transcrições para piano de todas as sinfonias de Ludwig van Beethoven (1770-1827), transcrições essas efetuadas por... pois, nem é preciso dizer...


CD



'Katsaris plays Liszt, Vol.1'
Franz Liszt
Hungarian Rhapsodies, S244 - No.2; No.3; No.5; No.7. Fünf Klavierstück, S192.
Piano Concerto No.2 in A major, S125. Elegies - No.1; No.2.
Trauer-Vorspiel und Trauermarsch, S206. La lugubre Gondola - I, S200 No.1;
II, S200 No.2. Piano Sonata in B minor, S178.
Cyprien Katsaris (piano)
Deutsches Symphony Orchestra
Arild Remmereit
Piano21 P21 041N


YouTube




Cyprien Katsaris
Official Website / bachtrack / Wikipedia